PBH vai soltar mosquito da dengue com bactéria em mais bairros de Venda Nova

Por Gabriel Ronan

Mais bairros de Venda Nova vão receber o mosquito da dengue com a bactéria Wolbachia nos próximos meses. O método inovador para frear a dengue vem de uma parceria da Prefeitura de Belo Horizonte com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

De acordo com o Executivo municipal, as regiões Norte e Noroeste também vão receber os vetores modificados. Portanto, serão 29 áreas diferentes nessa etapa da pesquisa, entre as de controle e as de intervenção.

Mais regionais?

Mas, a prefeitura informa que não pode detalhar quais bairros exatamente vão receber o mosquito da dengue com a bactéria.

Na primeira fase da pesquisa, três bairros de Venda Nova receberam a experiência: Jardim Leblon, Piratininga e Copacabana. A soltura aconteceu em 5 de outubro do ano passado com a presença do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Nessa segunda etapa da pesquisa, a Prefeitura de BH também vai monitorar a saúde de crianças de 6 a 11 anos de escolas municipais.

Em Venda Nova, o trabalho vai englobar as escolas municipais Tancredo Phideas Guimarães (Vila Satélite), José Xavier Nogueira (Jardim Europa) e Vicente Guimarães (Letícia). O mesmo vale para as escolas Professora Ondina Nobre (Céu Azul), Professor Moacyr Andrade (Vila Santa Branca) e Armando Ziller (Mantiqueira).

Jornal Norte Livre, o jornal de Venda Nova