Foto cedida gentilmente pelo fotógrafo Rodney Costa (@costarodneyd_oficial) - Barreira Sanitária da Av. Cristiano Machado
Publicidade

Apesar de jovens organizarem “Sociais Clandestinas” via redes sociais e a suspeita de adultos ainda manterem churrascos e reuniões de familiares nos fins de semana, Venda Nova não aparece nas estatísticas da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) e da Guarda Municipal como um dos locais com maior incidência de denúncias de festas, aglomerações e comércios que furam a quarentena. Conforme consolidado da segurança municipal, a região Pampulha é a que abriga o maior número de delações, com 17 desde o início das restrições, entre 18 de março e 28 de julho.

Conforme a assessoria de comunicação da PBH, via balanço da Guarda Municipal, os únicos bairros com denúncias de festas e churrascos irregulares em Venda Nova são o Jardim dos Comerciário, com duas delações, o Mantiqueira, Lagoa, Maria Helena e Candelária — com uma para cada. Veja abaixo o consolidado por regional.

  • 1º – Pampulha: 17 denúncias
  • 2º – Noroeste: 15 denúncias
  • 3º – Nordeste: 14 denúncias
  • 4º – Leste: 12 denúncias
  • 5º – Norte e Barreiro: 10 denúncias
  • 6º – Centro-Sul: 8 denúncias
  • 7º – Venda Nova: 6 denúncias
  • 8º – Oeste: 4 denúncias
  • 9º – Local não informado: 16 denúncias.

Em 29 de junho, entrou em vigor o Decreto 17.377, o qual determinou as primeiras limitações para abertura do comércio durante a pandemia. Dessa data até o dia cinco de agosto, a Guarda Municipal compareceu a 6.728 estabelecimentos comerciais e detectou 864 em desacordo com as normas, solicitando o fechamento das portas e recolhendo sete Alvarás de Localização e Funcionamento (ALFs).

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

Se estendermos mais o tempo de atuação da Guarda Municipal para o início da quarentena, a partir de 20 de março até as 9h do dia cinco de agosto, houve 41.313 abordagens de orientação a comércios, empresas e em espaços públicos da capital. O resultado foi o fechamento de 18.137 estabelecimentos em desacordo com o Decreto 17.304 e o recolhimento de 73 ALFs.


Você é de Venda Nova?

Siga nossas redes sociais e fique por dentro do que acontece perto de você. Jornal Norte Livre, o Jornal de Venda Nova.


Nessa perspectiva de comércios em desacordo com as determinações, Venda Nova passou de região com alta frequência de comparecimento dos agentes da Guarda Municipal, em maio, a uma das regionais menos demandadas. Veja abaixo a lista por quantidade.

  • 1º – Centro-Sul: 23% (9.502)
  • 2º – Oeste: 14% (5.784)
  • 3º – Noroeste: 12% (4.958)
  • 4º – Barreiro: 11% (4.544)
  • 5º – Pampulha: 10% (4.131)
  • 6º – Nordeste: 9% (3.718)
  • 7º – Leste: 8% (3.305)
  • 8º – Venda Nova: 7% (2.892)
  • 9º – Norte: 6% (2.479)

Como denunciar

Conforme a Guarda Municipal, cidadãos que detectarem o funcionamento indevido de estabelecimentos ou aglomerações motivadas por eventos podem denunciar a atividade por meio do aplicativo da PBH (clique aqui para baixar) ou pelo portal de serviços da prefeitura (clique aqui).

Os serviços a serem buscados no ambiente digital são:

  • 1. Coronavírus – Denúncia de descumprimento de medidas de prevenção por estabelecimentos autorizados a funcionar.
  • 2. Denúncias de aglomeração em salões de festas comercial.
Publicidade
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), jornalista editor no Jornal Norte Livre com passagem pelo Jornal Daqui BH, ambos parceiros hiperlocais do Portal Uai/Diários Associados. Professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D."Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui