Publicidade

Veja quais escolas estaduais voltaram com o presencial em Venda Nova

Secretaria de Estado de Educação (SEE/MG) avança na volta às aulas presenciais. Contudo, ensino médio ainda não retornará às escolas em BH

escolas estaduais - Escola Estadual Santos Dumont - Fonte: Google Street
Escola Estadual Santos Dumont - Fonte: Google Street
Publicidade

Na segunda-feira (12), o governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Educação (SEE/MG), deu mais um passo na volta às aulas presenciais das escolas públicas estaduais. Conforme a cor das ondas do Plano Minas Consciente, de flexibilização das medidas de isolamento social, cada instituição poderá retornar às salas com os estudantes seguindo um cronograma em que primeiro os professores são convocados para orientação e depois os alunos iniciam os estudos presenciais.

Neste caso, as cidades em classificação de onda vermelha do Plano Minas Consciente, vão retornar às salas de aulas com os alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental (após a semana de orientação dos professores).

Na ocasião de o município estar sob a classe de onda amarela ou verde, irão regressar às aulas presenciais estudantes do 9º ano do fundamental e 3º ano do ensino médio (após a semana de orientação dos professores), além dos anos iniciais que retornaram na onda vermelha.

Publicidade

O Plano Minas Consciente usa a divisão estadual das macrorregiões para organizar as cores e ações. Como Belo Horizonte, atualmente, está na fase amarela, as escolas públicas estaduais terão diferentes situações. Nesta semana, algumas instituições já estão retornando com alunos dos anos iniciais (1º ao 5º), pois já foi feita a semana de orientação para os professores. Enquanto outras começam a semana de convocação dos docentes.

Um ponto a ser ressaltado é que o executivo da capital ainda não autorizou o retorno de aulas presenciais para o ensino médio, pois isso, diferente de outras cidades, Belo Horizonte avança na onda amarela sem permitir o regresso às salas de aulas de alunos e professores do 3º ano do ensino médio, conforme a SEE/MG.

Desse modo, mesmo que Belo Horizonte, conforme orientação do governo estadual, esteja na onda amarela e autorizada a retomar as aulas presenciais do 9º ano do fundamental e 3º ano do ensino médio, apenas vão retornar estudantes do 9º ano.

E como fica a situação das escolas públicas estaduais de Venda Nova?

Em Venda Nova, existem 19 escolas públicas estaduais. Elas estão enquadradas pela lista da SEE nas seguintes ações nesta semana do dia 12 ao 16 de julho:

  1. E. E. Padre Lebret: por estar em obras, ainda não está apta a nenhum retorno
  2. E.E. Getúlio Vargas: inicia o retorno às salas de aulas com os alunos de 1º ao 5º e começa a semana de convocação dos professores do 9º ano do fundamental
  3. E.E. Geraldina Ana Gomes: inicia o retorno às salas de aulas com os alunos de 1º ao 5º e começa a semana de convocação dos professores do 9º ano do fundamental
  4. E.E. Coronel Manoel Soares do Couto: inicia o retorno às salas de aulas com os alunos de 1º ao 5º e começa a semana de convocação dos professores do 9º ano do fundamental
  5. E.E. Juscelino Kubitschek de Oliveira: inicia com a semana de convocação dos professores para os anos iniciais (1º ao 5º) e para o 9º ano do fundamental
  6. E.E. Antenor Pessoa: inicia o retorno às salas de aulas com os alunos de 1º ao 5º e começa a semana de convocação dos professores do 9º ano do fundamental
  7. E.E. Djanira Rodrigues de Oliveira:  inicia com a semana de convocação dos professores para os anos iniciais (1º ao 5º) e para o 9º ano do fundamental
  8. E.E. Afrânio de Melo Franco: inicia o retorno às salas de aulas com os alunos de 1º ao 5º e começa a semana de convocação dos professores do 9º ano do fundamental
  9. E.E. Ari da Franca: inicia com a semana de convocação dos professores para os anos iniciais (1º ao 5º) e para o 9º ano do fundamental
  10. E.E. Professor Batista Santiago: inicia o retorno às salas de aulas com os alunos de 1º ao 5º
  11. E.E. Professora Maria Muzzi Guastaferro: inicia com a semana de convocação dos professores para os anos iniciais (1º ao 5º) e para o 9º ano do fundamental
  12. E.E. Santos Dumont: inicia com a semana de convocação dos professores para os anos iniciais (1º ao 5º) e para o 9º ano do fundamental
  13. E.E. Maria Carolina Campos: inicia com a semana de convocação dos professores para os anos iniciais (1º ao 5º) e para o 9º ano do fundamental
  14. E.E Menino Jesus de Praga: inicia com a semana de convocação dos professores para os anos iniciais (1º ao 5º) e para o 9º ano do fundamental
  15. E.E. Professora Adir Andrade Albano: inicia o retorno às salas de aulas com os alunos de 1º ao 5º
  16. E.E. Deputado Manoel Costa: inicia o retorno às salas de aulas com os alunos de 1º ao 5º e começa a semana de convocação dos professores do 9º ano do fundamental
  17. E.E. São Pedro e São Paulo: inicia o retorno às salas de aulas com os alunos de 1º ao 5º e começa a semana de convocação dos professores do 9º ano do fundamental
  18. E.E. Professor Agnelo Correia Viana: por estar em obras, ainda não está apta a nenhum retorno
  19. E.E. Síria Marques da Silva: inicia o retorno às salas de aulas com os alunos de 1º ao 5º e começa a semana de convocação dos professores do 9º ano do fundamental.

Confira aqui a lista atualizada (12/07) do avanço das escolas públicas estaduais, conforme SEE/MG.

E como fica o recesso escolar de julho?

Segundo a SEE/MG, está previsto o recesso escolar do dia 19 de julho ao 2 de agosto, por isso, nesta semana do dia 12 ao 16, apenas retornaram às salas de aulas os alunos do 1º ao 5º ano do fundamental. Como as primeiras semanas de retomada são sempre de orientação para os professores, os alunos do 9º ano do fundamental somente regressarão presencialmente a partir do fim do recesso em agosto.

Em outras palavras, a semana do dia 12 ao 16 de julho é a última de atividade escolar estadual no mês, por isso, como será usada para a convocação dos professores, os alunos do 9º ano fundamental, que poderiam regressar às salas de aula na próxima semana, terão que adiar o retorno presencial para depois do recesso escolar, no dia 02 de agosto.

Greve sanitária dos professores

Conforme Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), professoras e professores da rede estadual foram convocados para uma greve sanitária por tempo determinado, sendo do dia 12 ao 17 de julho.

Por greve sanitária, o Sind-UTE/MG explica que as professoras e os professores não comparecerão presencialmente ao chamado da SEE nas escolas, mas cumprirão seu dever no ensino remoto.

“A categoria continuará disponível para a prestação do trabalho remoto e espera que, nesse momento da pandemia, essa modalidade de ensino e aprendizagem não seja impedida pelo Governo de Minas. A greve se aplicará nos locais onde houver convocação para trabalho presencial”, informou o Sind-UTE por meio de nota enviada ao jornal Estado de Minas.

Segundo o sindicato, ainda não existe um balanço sobre a quantidade de professores que aderiram à greve sanitária e, além disso, não é possível mencionar se tal ação impactará no adiamento do retorno presencial dos alunos às salas de aulas.

Saiba mais

Publicidade

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile