UPA Venda Nova passou por momentos de colapso e registrou muitas mortes durante pandemia. Foto: Octupus Filmes/Jornal Norte Livre.
UPA Venda Nova passou por momentos de colapso e registrou muitas mortes durante pandemia. Foto: Octupus Filmes/Jornal Norte Livre.
Publicidade

Há exatamente um ano, Venda Nova liderava o número de mortes por COVID-19 entre todas as regiões de Belo Horizonte – o epicentro da doença na cidade. Naquela ocasião, a Regional somava 42 óbitos. Hoje, 12 meses depois, são 657 vidas perdidas para o novo coronavírus.

Apesar de os indicadores da pandemia estarem todos na zona de alerta (intermediária) na cidade, por causa do avanço da vacinação, a situação ainda é crítica. O Hospital Risoleta Tolentino Neves, o principal de Venda Nova, registra 82% de ocupação dos seus leitos de UTI para COVID-19.

Portanto, nove dos 11 leitos do tipo estão em uso na unidade. Ao mesmo tempo, 92% das camas de enfermaria estão em uso no Risoleta: 22 das 24 disponíveis para COVID-19.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

Ou seja, um ano depois, Venda Nova não é mais epicentro da doença em BH, mas ainda enfrenta um quadro grave. A Regional com mais mortes atualmente é a Noroeste: 775 óbitos.

Além da Noroeste, as regiões Noroeste, Centro-Sul, Barreiro e Oeste somam mais mortes que Venda Nova. Um ano após ser epicentro, a Regional hoje é a quarta com menos vidas perdidas.

Além das mortes, como estão os indicadores?

Todos os indicadores da COVID-19 estão no patamar intermediário no momento em BH. A transmissão do novo coronavírus está em 1,01. Portanto, em média, 101 pessoas se infectam na cidade a cada 100 casos confirmados.

A ocupação dos leitos de enfermaria para COVID-19 está em 53,6%. Já o quadro das UTIs é de ocupação de 63,2%.

Nessa quarta (14), Belo Horizonte chegou à marca de 1.265.756 vacinados contra a COVID-19 com a primeira dose. Outras 465.345 pessoas receberam a segunda.

Portanto, a capital mineira vacinou 55,07% do seu público-alvo com a primeira injeção. Por outro lado, 20,7% desse mesmo contingente completou o esquema vacinal, de duas doses.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui