Viaduto Lúcia Casasanta (Avenida João Samaha) - Foto: William Araújo/Jornal Norte Livre.
Publicidade

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (Smobi), definiu a empresa que realizará estudos sobre seis viadutos da cidade. A Engserj Projetos e Engenharia será responsável por conduzir os levantamentos. O contrato foi assinado na última quinta-feira (12).

Os estudos se voltam a pontilhões localizados nas avenidas Dom Pedro I e Antônio Carlos. Um deles, inclusive, está em Venda Nova: o Lúcia Casasanta, que liga a Pedro I à João Samaha, no Bairro São João Batista.

Os viadutos Montese, Monte Castelo, Oscar Niemeyer (Viaduto B), Gil Nogueira (Viaduto A) e o da Barragem da Lagoa da Pampulha também estão na relação. Apesar de não estarem em Venda Nova, essas estruturas estão próximas à regional e fazem parte do cotidiano dos moradores da Regional.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

A relação é exatamente a mesma considerada pela prefeitura no ano passado, quando uma licitação semelhante foi aberta.

Objetivo da licitação

Conforme o edital, a empresa de engenharia estudará os viadutos para manter as estruturas “em ótimas condições de funcionamento e, assim, evitar maiores despesas de processos de reabilitação ou substituição”.



Portanto, a companhia contratada pela prefeitura realizará serviços de engenharia para coleta de informações, análise de documentos e elaboração de modelos computacionais das estruturas.

Além disso, a Engserj vai emitir relatórios técnicos de avaliação das estruturas existentes, elaborar projetos executivos de recuperação e de reforço estrutural e produzir memórias de cálculo, planilhas de quantitativos e memoriais descritivos para os viadutos.



A Engserj vai receber pouco mais de R$ 601 mil para realizar os estudos. Os prazos são de 270 dias para os levantamentos. O contrato tem vigência de 390 dias.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui