Luto: Pelé com um colete do tricolor. Ao lado, a foto do campo do time da Vila Nossa Senhora Aparecida. Fotos: arquivo pessoal e Gabriel Ronan/Jornal Norte Livre.
Luto: Pelé com um colete do tricolor. Ao lado, a foto do campo do time da Vila Nossa Senhora Aparecida. Fotos: arquivo pessoal e Gabriel Ronan/Jornal Norte Livre.
Publicidade

O futebol amador de Venda Nova está de luto. Morreu, nessa quinta (17), Juracino Barbosa de Oliveira, conhecido como Pelé. Morador da Vila Nossa Senhora Aparecida, ele tinha 78 anos e não resistiu a uma parada cardiorrespiratória.

Pelé teve seu nome marcado pelo trabalho no Tricolor da Vila Nossa Senhora Aparecida. A comunidade mantém um dos últimos campos de futebol amador gramados de Venda Nova.

Os moradores da Região estão de luto. De acordo com a família, Pelé deixa seis filhos, sete netos e dois bisnetos. Ele foi enterrado no Cemitério da Consolação, no Bairro Jaqueline, Norte de BH.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

O idoso estava internado há alguns dias no Hospital Risoleta Tolentino Neves após sofrer a parada cardíaca. A família chegou a organizar uma campanha para doação de sangue, mas ele não resistiu.

“Acordar e saber que o senhor, tio, não está com nós (sic) mais é muito triste. Mas, o céu está em festa. Obrigado por tudo que o senhor e família fez por mim”, escreveu uma sobrinha de Pelé nas redes sociais.

O Jornal Norte Livre conversou com Pelé em setembro do ano passado. Orgulhoso de sua trajetória, logo quando a reportagem chegou, o idoso apontou para o campo e relembrou uma história vivida ali.

À época, a casa onde ele e a família vivem há vários anos corria risco de deslizamento por causa da falta de estabilidade do barranco que segura a moradia.

“As casas estão praticamente juntas. Em 2002, teve um desabamento aqui. Ano passado (2019), começou a deslizar o barranco. Eles (agentes da prefeitura) já vieram e avaliaram a minha casa. Pediram pra gente ficar vigiando, mas eu estou preocupada. O meu quintal está descendo aos poucos”, afirmou Sueli Aparecida Barbosa, de 51, filha de Pelé, na ocasião.

Quase um ano depois, a família ainda convive com a ameaça. O fim do período chuvoso significa alívio para os moradores da Vila Nossa Senhora Aparecida.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui