Falso leilão de carros da BHTrans tem indícios de golpe. Foto: reprodução/BHTrans.
Falso leilão de carros da BHTrans tem indícios de golpe. Foto: reprodução/BHTrans.
Publicidade

Um site golpista de leilão de carros está usando a Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) para enganar as pessoas. O endereço https://bhtrans.org/br/ não tem vinculo com a prefeitura e também usa as marcas de bancos, seguradoras e do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) para passar uma falsa credibilidade ao comprador dos veículos.

“A BHTrans alerta a população sobre a existência de um site falso para leilões de veículos usando a marca da BHTrans. Não acesse ou faça qualquer transação financeira nesse site, pois se trata de golpe. As autoridades foram acionadas para investigar o site e desativá-lo”, informou a empresa da prefeitura em nota no Twitter.

Segundo a BHTrans, todos os seus leilões acontecem após publicação no Diário Oficial do Município. Um novo pregão de veículos alvos de apreensão está agendado para acontecer nos dias 6 e 7 de maio, segundo a empresa.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

Esse tipo de golpe sempre foi comum, mas se intensificou durante a pandemia da COVID-19. Com muita gente em isolamento social, as transações financeiras pela internet aumentaram, o que configura um terreno fértil para estelionatários.

Em novembro do ano passado, a Polícia Civil de Minas Gerais realizou uma operação contra sites falsos de leilão de carros.

“Os criminosos tiram proveito desse cenário para alcançar cada vez mais vítimas. Nesse contexto, inserem-se os crimes praticados por meio de sites falsos de leilão de carros na internet. Ao criarem esses sites falsos, muitos dos quais com excelente layout, os criminosos promovem falsas ofertas de veículos a preço abaixo de mercado, o que atrai facilmente as vítimas”, disse o  coordenador do Laboratório de Operações Cibernéticas, Alessandro Barreto, à época da operação.  

Só no ano passado, a Polícia Civil registrou mais de 900 ocorrências do tipo. O prejuízo girou em torno de R$ 50 milhões.

Portanto, o consumidor precisa ficar atento aos seguintes pontos na hora de participar de leilões on-line:

  1. O site é confiável? O órgão que promove aquele leilão deu informações oficiais sobre ele, por meio das redes sociais ou dos sites oficiais?
  2. Os preços em prática estão dentro da média do mercado? Quando a oferta é demais, o santo sempre desconfia, não é mesmo?!
  3. O texto do site em questão é bem escrito? Erros de português são comuns quando há fraude.
  4. Jamais clique em links (aqueles textos geralmente em azul claro) de sites ou remetentes que você não conhece. Eles são usados em clonagens de WhatsApp e/ou de cartão de crédito.
  5. Atenção ao layout da página. Se ele usar fotos genéricas, facilmente encontradas em buscas no Google, ou parecer pouco profissional, desconfie.

No caso do falso leilão de carros da BHTrans, alguns dos itens acima são facilmente percebidos. Por exemplo, os golpistas escreveram o nome da empresa pública separado (BH Trans), ao em vez de junto.

Além disso, há fotos que se repetem no catálogo de veículos. Na página inicial, há três imagens idênticas da caminhonete Toyota Hilux.

Outro fator importante: a BHTrans não avisou sobre o leilão de carros em seu site, nem no Diário Oficial do Município.

Portanto, fique de olho: ninguém nunca quer perder dinheiro, mas em um momento de crise econômica fica pior ainda.

Saiba mais

Publicidade

1 COMENTÁRIO

  1. em vez de alertar a população ´por que eles nao tomam medidas pra prenderem estres caras simplesmentew so falam que é falso tem denunciar e prender

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui