Lívia de Paula | Fonte: Acervo pessoal
Publicidade

Nem só de quarentena e de momentos de apreensão em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) vive Venda Nova. Recentemente, Lívia de Paula, uma adolescente de 16 anos, moradora do Bairro Céu Azul, apostou no sonho de ser modelo e se transformou em uma das semifinalistas do concurso de beleza Miss Belo Horizonte CNB 2021, que vale vaga para o Miss e Mister Minas Gerais 2022.

Em junho, Lívia se inscreveu para representar a capital na disputa a Miss BH, Betim e Belo Horizonte – Concurso Nacional de Beleza (CNB 2021), promovido pela agência de modelos Adriana Macedo.

Mal sabia que passaria pela etapa de cadastro e entrevista, pela avaliação fotográfica da desenvoltura, fotogenia e beleza e chegaria a ser uma das 30 representantes de Belo Horizonte, as quais disputarão vaga na grande final, quando apenas uma será escolhida entre 20 candidatas (Top 20). A finalíssima ocorrerá em 12 de dezembro, a partir das 19h, na “Salaberry Recepções e Eventos”, na Pampulha.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

Por ter progredido nas duas primeiras etapas, a garota já conseguiu um ano de agenciamento como modelo e o acompanhamento com um(a) nutricionista até a data da finalíssima. Caso seja escolhida Miss Belo Horizonte CNB 2021, receberá mais de R$ 20 mil em prêmios, além da inscrição na disputa pelo Miss e Mister Minas Gerais CNB 2022.

“Após a inscrição, foi ótimo, consegui vários contatos, recebi apoio e ganhei muitas coisas. Era um sonho que tinha há muito tempo e estava adormecido. Agora, percebo que sou capaz e vou investir na minha carreira como modelo”, diz Lívia de Paula.

Lívia de Paula | Crédito: Charles Silva

Adriana P. Macedo, coordenadora regional do Miss CNB BH, Betim e Contagem, salienta como esses concursos são importantes para fazer girar a economia agregada a estética nas cidades. A cada edição, patrocinadores, estúdios de fotografia, clínicas, salões de beleza e outras empresas circulam, em cada município, mais de R$ 60 mil reais.

Conforme a coordenadora, além das motivações óbvias (estéticas) dos eventos, existe o fomento e a propagação humanitária, pois os(as) concorrentes precisam apresentar projetos sociais e, caso vençam, devem realizá-los. No caso de Lívia, a garota é simpatizante da defesa aos animais e pretende aprovar um projeto de combate ao abandono e aos maus-tratos.

Adriana Macedo | Crédito: Acervo pessoal

Na rota para a grande final, Lívia cumprirá as cinco provas classificatórias: Miss Beleza Pelo Bem (apresentação do projeto social), Miss Top Model (apresentação de look fashion temático e desenvoltura como modelo), Miss Elegância (desfile em traje de banho e gala), Miss Simpatia (voto entre candidatas) e Miss Popularidade (reunião de maior público).

Por causa do período de quarentena ocasionado pela pandemia do novo coronavírus, algumas rotinas foram mudadas. De acordo com Adriana P. Macedo, as entrevistas precisaram ser agendadas individualmente e a avaliação fotográfica, que normalmente aconteceria em filas, foi exclusiva para evitar aglomerações.

“Nós precisamos estender as inscrições e avaliações que eram feitas em grupo, agora são individuais. Há algum tempos, o CNB internacional realizou o concurso com o auditório vazio e com as misses de máscara, mas estamos torcendo para que a pandemia acabe logo e não precisemos proceder assim, pois perderemos todo o glamour do evento”, afirma Adriana.

Patrocínios

Ao participar do concurso, Lívia carrega e expõe com ela a marca, os serviços e os produtos de algumas empresas da Regional Venda Nova, situadas no Bairro Céu Azul: a manicure e maquiadora Carolina de Paula (doou serviços e produtos), a doceria Paixão Gourmet, de Amanda Garcia (doou produtos), a fabricante de lingerie e roupas íntimas Mi’Lingerie, de Michelle de Paula (doou produtos). Excetuando a localização, o book fotográfico foi doado pelo fotógrafo Charles Silva, de Betim.

Entretanto, a cartela de patrocinadores de Lívia ainda não está fechada. Interessados em parcerias para exposição de marcas, serviços e produtos podem fazer contato pelo WhatsApp (31) 98869-8503, com Camila Souza.

Além disso, para cumprir o critério de popularidade, a garota precisa engajar as redes sociais via Instagram @souzap_livia. Os ingressos para a grande final serão vendidos a partir do dia 15 de outubro pelas próprias candidatas.


Você é de Venda Nova?

Siga nossas redes sociais e fique por dentro do que acontece perto de você. Jornal Norte Livre, o Jornal de Venda Nova.


Uma tradição em BH

A agência Adriana Macedo atua há 11 anos no mercado de concursos de beleza e assessoria de modelos. Nomes como o de Luíza Livingston, sete anos, vencedora do Mini Miss Universo 2017, no Peru, o da Mini Miss Betim Yasmin Lino, nove anos, atriz na telenovela “As Aventuras de Poliana”, do SBT, e de Lidiane Francielle, terceiro lugar no Miss Minas Gerais CNB 2020, foram revelados pela empresa.

Com respeito ao concurso de beleza Miss BH, Betim e Contagem, a agência é a responsável por escolher as representantes dos municípios que irão disputar o Miss e Mister Minas Gerais.

Lívia de Paula | Crédito: Charles Silva
Publicidade
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), jornalista editor no Jornal Norte Livre com passagem pelo Jornal Daqui BH, ambos parceiros hiperlocais do Portal Uai/Diários Associados. Professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D."Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui