Vereadora Nely Aquino em seu gabinete na CMBH, onde será presidente até 2022. Foto: William Araújo - Jornal Norte Livre
Vereadora Nely Aquino em seu gabinete na CMBH, onde será presidente até 2022. Foto: William Araújo - Jornal Norte Livre
Publicidade

A vereadora Nely Aquino (Podemos), a mais votada em Venda Nova nas últimas eleições municipais, foi reeleita presidente da Câmara de BH na última sexta-feira (1°). A eleição aconteceu durante a cerimônia de posse na Casa.

Nely concorreu ao cargo contra a vereadora Duda Salabert (PDT), vereadora mais votada da história de Belo Horizonte com 37.613 votos. Porém, na CMBH, a moradora do Bairro Céu Azul teve ampla vantagem: 34 a sete.

As preferências a favor de Nely vieram da bancada que apoia o prefeito Alexandre Kalil (PSD). Os políticos de direita também se posicionaram pela reeleição dela.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

Saíram com Duda para a presidência apenas as vereadoras do PSOL e do PT, além dos eleitos pelo PDT, mesmo partido da primeira transexual eleita na história da capital mineira.

Dos vereadores influentes em Venda Nova, Cláudio do Mundo Novo (PSD), Bim da Ambulância (PSD), Jorge Santos (Republicanos) e Rogério Alkimim (PMN) fecharam com Nely. Apenas Iza Lourença (PSOL) votou em Duda.

A presidente da Câmara é responsável por representar a Casa perante as autoridades públicas e a sociedade civil. É seu papel dirigir os trabalhos institucionais e manter sua ordem.

Portanto, caberá a Nely autorizar a realização de despesas, prestar contas dos gastos do legislativo, assinar a correspondência oficial e convocar reuniões.

Nely permanece no cargo até 2022, quando a Câmara realiza uma nova eleição. O primeiro mandato dela na Casa ficou marcado pelas cassações de dois vereadores: Wellington Magalhães e Cláudio Duarte, histórico adversário político de Nely em Venda Nova.

Também de Venda Nova, Cláudio do Mundo Novo vai ocupar o cargo de secretário-geral na CMBH. Portanto, ele trabalhará como controlador dos documentos de serviço da Câmara, como atas de reuniões e livros de posse.

Na falta do painel eletrônico, ele também é responsável por apurar os resultados.

Além disso, terá que orientar os pagamentos mensais. Ele apura a presença e recebe as justificativas de falta dos vereadores. Em Plenário, ele vai secretariar Nely, fazendo a leitura das proposições em debate.

Veja como votaram os vereadores na eleição para presidente da CMBH abaixo:

Votos para Nely Aquino – 34

  1. Álvaro Damião (Dem)
  2. Bim da Ambulância (PSD)
  3. Bráulio Lara (Novo)
  4. Ciro Pereira (PTB)
  5. Cláudio do Mundo Novo (PSD)
  6. Dr. Celio Fróis (Cidadania)
  7. Fernanda Pereira Altoé (Novo)
  8. Fernando Luiz (PSD)
  9. Flávia Borja (Avante)
  10. Gabriel Azevedo (Patriota)
  11. Gilson Guimarães (Rede)
  12. Helinho da Farmácia (PSD)
  13. Henrique Braga (PSDB)
  14. Irlan Melo (PSD)
  15. Jorge Santos (Republicanos)
  16. José Ferreira Projeto Ajudai (PP)
  17. Juninho Los Hermanos (Avante)
  18. Léo Burguês (PSL)
  19. Marcela Trópia (Novo)
  20. Marcos Crispim (PSC)
  21. Marilda Portela (Cidadania)
  22. Nely Aquino (Podemos)
  23. Nikolas Ferreira (PRTB)
  24. Professor Claudiney Dulim (Avante)
  25. Professor Juliano Lopes (PTC)
  26. Professora Marli (PP) 
  27. Ramon Bibiano da Casa de Apoio (PSD)
  28. Reinaldo Gomes Preto Sacolão (MDB)
  29. Rogerio Alkimim (PMN)
  30. Rubão (PP)
  31. Walter Tosta (PL)
  32. Wanderley Porto (Patriota)
  33. Wesley Autoescola (Pros)
  34. Wilsinho da Tabu (PP)

Votos para Duda Salabert – 7

  1. Bella Gonçalves (Psol)
  2. Bruno Miranda (PDT)
  3. Iza Lourença (Psol)
  4. Macaé Evaristo (PT)
  5. Miltinho CGE (PDT)
  6. Professora Duda Salabert (PDT)
  7. Sônia Lansky da Coletiva (PT)

Saiba mais

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui