Guarda Municipal e Samu | Imagem: Google Street
Guarda Municipal e Samu | Imagem: Google Street
Publicidade

Com previsão para o primeiro semestre de 2022, o atual Centro de Saúde Rio Branco, situado no bairro de mesmo nome, na Rua Joviano Coelho Júnior, 45, Venda Nova, dará lugar à nova Inspetoria Regional da Guarda Civil Municipal de Belo Horizonte. A informação veio da Coordenadoria de Atendimento da Regional Venda Nova (Care-VN).

Além da nova base regional da Guarda Municipal, o coordenador de atendimento da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) em Venda Nova, Humberto Abreu Júnior, informou que no local também será instalada uma base descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

“O atual prédio onde funciona o Centro de Saúde Rio Branco será utilizado pela Inspetoria da Guarda Civil Municipal de BH – Venda Nova, e também pela SAMU para implantação de uma base de apoio à equipe que atende a Região de Venda Nova. O local tem uma posição estratégica para ambos serviços, pois permite deslocamento rápido e está em ponto central da Regional. O imóvel passará por adequações para atender a estrutura física necessária para uso. Previsão para o primeiro semestre de 2022”, disse Humberto A. Júnior.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

Também questionada pelo Jornal Norte Livre, a assessoria de imprensa da Guarda Municipal na PBH se pronunciou por meio de nota:

“A Guarda Municipal tem em seu planejamento a descentralização de suas estruturas, por meio da implantação de bases regionais, denominadas como Inspetorias Regionais. Tais unidades têm como função distribuir e coordenar o efetivo da corporação para a atuação em cada uma das diferentes regiões da capital. O objetivo é fortalecer os vínculos com a comunidade de cada local.

Atualmente, a Guarda Municipal possui cinco Inspetorias Regionais, sendo que uma delas está instalada dentro da sede da Administração Regional de Venda Nova.  Neste sentido, estão sendo realizadas tratativas junto à coordenação da Regional Venda Nova para a instalação da unidade da Guarda Municipal no bairro Rio Branco. No entanto, ainda não há definição de data e local.”

Conforme Humberto A. Júnior, recentemente, a Inspetoria da Guarda Municipal foi alojada com a Care-VN na sede do Shopping Norte, situada na Avenida Vilarinho, 1.300, Bairro Parque São Pedro. Porém, o planejamento é que a mudança para o Bairro Rio Branco aconteça assim que a nova unidade do Centro de Saúde seja finalizada e o local fique desocupado.

O Centro de Saúde, assim como outros na regional, mudará para um edifício maior e com cômodos organizados para a finalidade de atendimento primário. O novo endereço, localizado na Rua Cristiano Muniz, 120, Bairro Rio Branco, fica próximo à antiga unidade e não tem data de inauguração definida pela PBH.

Na última semana, o novo prédio do Centro de Saúde Mantiqueira foi inaugurado, oferecendo conforto e segurança aos atendidos.

A presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Venda Nova (Consep-14), Cláudia Mara, afirma que “a instalação da Guarda Municipal em nossa região traz uma maior sensação de segurança. A Guarda Municipal trabalha com ações preventivas contra a violência e com isso o cidadão de bem sente-se seguro a utilizar os serviços dos postos de saúde, das escolas, do próprio comércio, das praças e das ruas. Estamos muito felizes e somos gratos à administração pública que está nos oferecendo a instalação do excelente serviço da Guarda Municipal”.

Qual a função de um guarda municipal?

Guarda Civil Municipal é uma instituição que tem o papel de manter a ordem pública na capital, em articulação permanente com a rede de serviços da Prefeitura de Belo Horizonte, agindo na defesa dos direitos dos cidadãos e na proteção preventiva municipal. (Com informações da PBH).

Como acionar a Guarda Civil Municipal?

Ligando para o número 153 ou acessando presencialmente a Inspetoria Regional mais próxima. .

Publicidade
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), editor no jornal Norte Livre, parceiro hiperlocal do Portal Uai/Diários Associados, editor digital no jornal Diário do Comércio, professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D."Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui