Estação Espacial Internacional foi lançada em 20 de novembro de 1998 e recebe expedições de astronautas há quase 20 anos.
Publicidade

Moradores de Belo Horizonte e de Venda Nova poderão observar a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) a olho nu nesta terça-feira (14) – e com brilho suficiente para maravilhar quem se admira com o que se passa fora da Terra.


Você é de Venda Nova?

Siga nossas redes sociais e fique por dentro do que acontece perto de você. Jornal Norte Livre, o Jornal de Venda Nova.


De acordo com o aplicativo ISS Detector, que mapeia as possibilidades de aparição do laboratório espacial conforme uma determinada localização, a estação poderá ser vista de Venda Nova por cinco minutos e sete segundos nesta terça. O fato vai acontecer entre 18h05 e 18h10.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

Mas, para onde devo olhar para ver a estação? É fácil! Quem tem celular do sistema operacional Android precisa baixar o aplicativo ISS Detector e habilitar o GPS do aparelho. Daí, a própria ferramenta vai, a partir de uma bússola, orientar o usuário. No caso de Venda Nova, a aparição começa no oeste e termina no norte.

Quem tem dispositivos do sistema operacional iOS, como os iPhones, deve baixar o ISS Spotter, que também detecta a aparição da estação de acordo com a localização do usuário.

“A estação é observada como se fosse uma estrela, movendo com relativa rapidez. Há dias que fica muito bom para observar, mas há dias que não. O brilho da estação a olho nu depende da magnitude. Quando ela é menor que 1, tende a ser bastante brilhante e fica como o planeta Júpiter no céu”, explica o astrônomo e professor aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Bernardo Riedel.

A Estação Espacial

A Estação Espacial Internacional é definida pelo especialista Bernardo Riedel como o primeiro passo dado pela humanidade para ocupação de espaços fora da Terra. O laboratório foi construído a partir de esforços da comunidade científica, sobretudo dos Estados Unidos e da Rússia. Países europeus e o Japão também participaram.

A ISS está em órbita desde 20 de novembro de 1998. A primeira expedição aconteceu quase dois anos depois, em 1º de novembro de 2000. Desde então, a estação sempre esteve ocupada por ao menos um astronauta.

“É o primeiro passo para a colonização do espaço. É o ponto de partida para o treinamento de astronautas e para a realização de uma série de experiências em todas áreas: de química, biologia e física em razão da ausência de gravidade”, explica o professor Bernardo Riedel.

O Brasil chegou a participar do grupo de países que contribuiria com a construção da Estação Espacial Internacional. Contudo, uma empresa contratada pela Embraer não conseguiu entregar a tempo o módulo espacial Express Pallet. O problema? A falta de verbas.

Com isso, o país foi excluído da lista de nações que participaram da construção do mais importante laboratório espacial construído por humanos. O equipamento custava no total cerca de 120 milhões de dólares à época, mas apenas 25 milhões da mesma moeda foram investidos – essa verba, no final das contas, foi perdida.

O fato aconteceu durante a gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. “Foi uma oportunidade perdida. Sem dúvidas”, classifica, em poucas palavras, o especialista Bernardo Riedel.

Ainda assim, o Brasil chegou a ter um astronauta na ISS. Em 2006, o atual ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações do governo Jair Bolsonaro (sem partido), Marcos Pontes, se tornou o primeiro latino-americano a ocupar a estação.

Pontes embarcou em uma nave espacial russa e ficou no espaço por nove dias, entre 30 de março e 8 de abril. O astronauta levou com ele oito experimentos científicos que necessitavam de ambientes sem gravidade para serem executados.

Uma ferramenta disponível on-line (clique aqui para acessar) permite que qualquer pessoa observe a visão dos astronautas da estação espacial neste exato momento. As imagens não são gravadas ao vivo, mas são eibidades de acordo com a localização da ISS em tempo real.

Publicidade

5 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite,
    Também tenho o app que localiza a ISS.
    Ontem 12/07 eu avistei a ISS passando por cima de Igarapé MG as 18:00 hrs. Um espetáculo de visualização, brilhante igual estrela.

    • Poxa, que bacana, Adimilson. Sou o autor da matéria e fiquei super feliz de pautar isso também. É um assunto que nos enche de empolgação ao saber o nosso tamanho em um universo tão grande – e como ainda estamos no início de uma colonização ainda embrionária. Obrigado pela audiência e boa noite!

  2. Eu tbm vi no domingo dia 12/07/2020 as 18:05 aqui na grande São Paulo _Zona sul rs.
    Vi na sexta sexta tbm 2x e fico super encantada e curiosa com essas coisas, pena que ñ tenho um telescópio para enxergar melhor.
    Mas dá para ver lindamente um ponto forte de luz como se fosse uma estrela se movimentando com uma certa rapidez.

    Ate tirei fotos e tenho videos, pena que o celular ñ capta muito bem.
    O App ISS está de parabéns, funciona com precisão e live ao vivo tbm show de bola

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui