Publicidade

Por Gabriel Ronan

No fim de semana em que as atenções do futebol mineiro estavam voltadas para o clássico entre Atlético e Cruzeiro, a bola rolou também para a segunda edição da Taça das Favelas. Neste ano, Venda Nova é representada pelos bairros Jardim Leblon e Minas Caixa nos gêneros feminino e masculino.

[custom-related-posts title=”Leia também” order_by=”title” order=”ASC”]


Logo no sábado, primeiro dia de jogos, as mulheres do Minas Caixa venceram as do Aglomerado da Serra por 2 a 1. O mesmo placar valeu para a partida entre Jardim Leblon e Cabana Pai Tomaz, porém, com vitória das representantes da regional Oeste.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

No domingo, quem entrou em campo foram os homens, que alcançaram dois triunfos. Enquanto o Jardim Leblon bateu a Vila Pinho por 1 a 0, o Conjunto Minas Caixa ganhou do Complexo Vila São Mateus por 3 a 1.

No próximo sábado (14), no futebol masculino, o Jardim Leblon vai em busca da segunda vitória, agora, contra o Aglomerado Santa Lúcia, ao meio-dia. Já no módulo feminino, as duas equipes de Venda Nova entram em combate às 13h20.

No domingo, o masculino do Conjunto Minas Caixa terá o segundo jogo diante da equipe Vila Pinho, às 09h20.

Veja tabela completa da segunda rodada abaixo.

[table id=4 /]

[table id=3 /]

A competição

Organizada pela Central Única das Favelas (CUFA), a Taça das Favelas reúne 100 mil jovens no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte. Por aqui, a primeira edição aconteceu em 2017, quando Capitão Eduardo (masculino) e Alto Vera Cruz (feminino) sagraram-se campeões.

Neste ano, a competição dá oportunidades a 768 jovens, entre 14 e 17 anos, de 32 bairros, vilas e favelas. No módulo feminino, não há idade máxima para participar dos jogos. Todas as partidas acontecem entre 08h e 18h, na sede Complexo Poliesportivo do Vale do Jatobá (Avenida Senador Levindo Coelho, 2280 – Mangueiras/Vale do Jatobá).

A fase classificatória vai até 22 de abril, enquanto as semifinais estão datadas para 28 do mesmo mês. Os campeões serão conhecidos no dia 29.

A Taça das Favelas tem patrocínio da Secretaria de Estado de Esportes de Minas Gerais (SEESP/MG), a partir da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) e da Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur).

Compromisso social

O principal objetivo da Taça das Favelas é dar oportunidades a jovens da periferia de Belo Horizonte, por meio da prática desportiva educacional. Além disso, a competição visa à revelação de talentos, uma vez que o futebol amador tem histórico de surgimento de jogadores de futebol de alto nível.

 


Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui