MPB será celebrada na 13ª edição do evento, que desta vez acontece por meio de transmissão ao vivo. Foto: Will Araújo/Jornal Norte Livre.
MPB será celebrada na 13ª edição do evento, que desta vez acontece por meio de transmissão ao vivo. Foto: Will Araújo/Jornal Norte Livre.
Publicidade

Alô, fã da MPB! Neste sábado e domingo (17 e 18), acontece a 13ª edição do Encontro Minas na MPB. O tradicional evento de Venda Nova será realizado, neste ano, por meio de transmissão on-line no Youtube (clique aqui) e no Facebook (clique aqui).

Mais uma vez, o festival contará com a participação de 10 artistas. No primeiro dia, a transmissão começa às 20h e será marcado pelos músicos Ênio Flávio, Marcos Rabello, Mestre Manjado, Rachel Antonini e Renato Caetano.

No domingo, a partir das 19h, mais cinco músicos sobem ao palco: Bartolomeu Mendonça, Banda WFM, Bauxita, Orlando Soares e Sílvia Maneira.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

Sob a direção musical do contrabaixista Waldir Cunha, uma banda vai acompanhar todos os artistas que se apresentarem. Compõem o grupo, além dele, Fernando Rodrigues (guitarra), Emerson Oliveira (teclados), Evaldo Milagres (bateria) e Marcinho Batista (percussão).

O evento tem apoio da Lei Aldir Blanc, a partir de recurso captado junto à Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult/MG).

Por meio do mecanismo do governo federal, a programação conta com o apoio do Jornal Norte Livre, da Rádio Alternativa FM, do Conselho Comunitário de Segurança de Venda Nova (Consep 14), da Rede Sesc e de outras empresas e entidades.

Histórico do festival da MPB

A programação já passou por espaços consagrados de Belo Horizonte, como a Praça da Liberdade, o Palácio das Artes e o Minascentro, além do Sesc Venda Nova.

A primeira edição do Encontro Minas na MPB ocorreu em 2005, quando Zé Teixeira teve a ideia de valorizar criteriosamente os compositores mineiros, o que, segundo o empreendedor, não acontece em muitos festivais, porque os júris não são escolhidos pela competência técnica.

“Eu participei de muitos festivais e comecei a constatar que eles têm lá a sua importância, mas são meio maçantes, porque muitas vezes a avaliação acontece por meio de pessoas que não têm o gabarito para tal”, diz.

Em suas 13 edições, o Encontro Minas na MPB nunca repetiu a participação de sequer um artista. Com a programação deste ano, o evento vai contemplar a arte de 130 músicos.

Ainda segundo o idealizador do evento, muitas pessoas conhecem quem está cantando uma canção de sucesso, mas sequer sabem o compositor do trabalho. Algumas rádios, inclusive, deixam de citar o nome de quem compôs a música, o que na visão dele é uma “falha imperdoável”.

Serviço

  • Evento: 13ª edição do Encontro Minas na MPB
  • Transmissão: pelo YouTube e pelo Facebook
  • Idealizador: Zé Teixeira
  • Data: 17 (a partir das 20h) e 18 de abril (a partir das 19h)
  • Redes sociais: @encontrominasnampb
  • Compositores: Ênio Flávio, Marcos Rabello, Mestre Manjado, Rachel Antonini e Renato Caetano no dia 17; Bartolomeu Mendonça, Banda WFM, Bauxita, Orlando Soares e Sílvia Maneira no dia 18
  • Incentivo: Lei Aldir Blanc
  • Mais informações com a secretaria (31 – 99889-2706 – Néia França) e produção (31 – 99724-7501 – Vitor França) do evento

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui