Caminhão Hyundai HR HDB branco foi furtado na madrugada de segunda-feira (27) em Venda Nova. Veículo tem placa de Jacareí (SP). Crédito: arquivo pessoal.
Caminhão Hyundai HR HDB branco foi furtado na madrugada de segunda-feira (27) em Venda Nova. Veículo tem placa de Jacareí (SP). Crédito: arquivo pessoal.
Advertisement

Um morador de Venda Nova, que está desempregado, foi vítima de um furto na rua de sua casa na madrugada da última segunda-feira (20). O alvo? Um caminhão Hyundai HR HDB (2010) branco que havia sido comprado no sábado (18).

O crime aconteceu por volta das 4h, na Rua José Sanguinete, 50, na Vila São João Batista, em Venda Nova. O caminhão, que é portador da placa EIK-4408, de Jacareí (SP), estava estacionado em frente ao prédio que Marco Túlio Cima, de 36 anos, mora.

“Vivo há mais de 20 anos em Venda Nova e foi a primeira vez que fui vítima de furto. Estou oferecendo R$ 1 mil para quem tiver informações sobre o caminhão. Preciso dele para trabalhar”, afirma o homem, que tinha planos de prestar serviços de transporte de eletrônicos.


Você é de Venda Nova?

Morador(a) de Venda Nova, fique por dentro de notícias exclusivas da Regional. Clique no botão ao lado/baixo e siga o Jornal Norte Livre nas redes sociais.
“O que não é visto, não é lembrado”
Jornal Norte Livre, o jornal de Venda Nova!


Quem tiver informações sobre o caminhão pode fazer contato com Marco Túlio pelo telefone (31) 98771-7947 ou acionar a Polícia Militar. Não é preciso se identificar.

Marco Túlio registrou a ocorrência da Delegacia de Plantão do Detran, localizada na Avenida João Pinheiro, 417 – Bairro Boa Viagem, Centro-Sul de Belo Horizonte.

Golpes

A recompensa oferecida e o número de telefone disponível para delações fazem de Marco Túlio um alvo para estelionatários. Segundo ele, desde que começou a divulgar o furto do veículo, várias pessoas ligaram querendo forçá-lo a realizar transferências bancárias sem garantia.


Leia também


“Não sei o que está acontecendo com o ser humano. Até num momento de fragilidade, as pessoas tentam se aproveitar. Recebi várias ligações querendo que eu fizesse depósitos, mas sem informações confiáveis sobre o caminhão”, lamenta.

Curta e compartilhe nas redes sociais
0Shares

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar-me