Foto: Marcello_Casal_Jr/ Agência_Brasil
Higienização das mãos é fundamental para se proteger do novo coronavírus. Foto: Marcello_Casal_Jr/ Agência_Brasil
Advertisement

Desde a sexta-feira (13), a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (Ses-MG) decretou situação de emergência e oficializou a instalação do Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes-MG). A medida facilita a contratação de médicos(as), compra de insumos e materiais de atendimento sem a necessidade de licitação, o que afetaria a velocidade de respostas para contenção do novo coronavírus.

Outro importante comunicado foi feito pela Secretaria Municipal Saúde de Belo Horizonte, a qual informou, neste domingo (15), que “não há nenhum caso de Covid-19 (Coronavírus) confirmado na cidade. Os casos relatados até o momento são especulações sem qualquer comprovação laboratorial”.

ATUALIZAÇÃO EM TEMPO (16/03/2020 – 20H35) – A Secretaria de Estado de Saúde confirmou, hoje, o primeiro caso do novo coronavírus em Belo Horizonte. Trata-se de uma mulher de 34 anos – o sexto em Minas.


Você é de Venda Nova?

Morador(a) de Venda Nova, fique por dentro de notícias exclusivas da Regional. Clique no botão ao lado/baixo e siga o Jornal Norte Livre nas redes sociais.
“O que não é visto, não é lembrado”
Jornal Norte Livre, o jornal de Venda Nova!


Todavia, diversas instituições privadas estão suspendendo suas atividades por motivo de prevenção e contenção da doença. Por exemplo, o governador Zema (Novo) suspenderá as atividades das escolas estaduais de Minas Gerais da quarta-feira (18) até domingo (22). De acordo com a Ses-MG,

“por se tratar de um vírus de transmissão respiratória, o contágio acontece de forma rápida, especialmente pelo contato próximo com um indivíduo doente através da fala, tosse e espirro. Por isso, neste momento, a SES-MG orienta a população a evitar o contato físico com pessoas que apresentem sintomas respiratórios, incluindo apertos de mão e abraços. A circulação em locais fechados com pouca circulação de ar também deve ser evitada”.

Tais medidas indicadas pelos órgãos públicos – como a de evitar locais com aglomerações de pessoas, sugerida pelo Ministério da Saúde – elencam para o debate o uso habitual dos transportes e serviços públicos pelos trabalhadores. 

Transporte Público

Questionada pelo Norte Livre, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) informou que o serviço do metrô de Belo Horizonte será mantido integralmente.

Para conter a transmissão do novo coronavírus, o superintendente da CBTU, Miguel da Silva Marques, reuniu, hoje, com os demais gerentes da companhia e decidiram adotar as seguintes medidas preventivas nas estações de metrô de Belo Horizonte:

  • Intensificação das higienizações noturnas ocorridas após o horário comercial em todos vagões e estações;
  • Intensificação das limpezas de vagões ocorridas nas estações Vilarinho e Eldorado durante os intervalos de viagens;
  • Limpeza focada nos corrimãos da Estação Vilarinho;
  • Limpeza intercalada entre trens e corrimãos na Estação Eldorado;
  • Aumento do quantitativo de funcionários da limpeza;
  • Em até três dias, funcionários da companhia vestirão luvas e usarão álcool para preservar os usuários e os próprios agentes;
  • O Mobiliza Sus BH estará na Estação Central e vagões de metrô na quinta-feira (20), a partir das 9h, para ensinar sobre a higienização pessoal;
  • A comunicação visual interna das estações e vagões adotará as mídias veiculadas pelos órgãos públicos para incentivo à higienização adequada e prevenção ao novo coronavírus.
    (Veja a nota na íntegra aqui)

O Norte Livre também questionou a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte S.A. (BHTrans) sobre as medidas adotadas nas estações BHBus de coletivos, principalmente, para Venda Nova. A resposta foi a seguinte: 

“A BHTrans, junto com a Prefeitura de Belo Horizonte, está discutindo as medidas referentes ao transporte coletivo que, assim que decididas, serão anunciada.”

Educação

Levadas pelo anúncio de suspensão das aulas na rede estadual feita pelo governador Zema (Novo), as escolas particulares adotaram as mesmas datas de paralisação entre os dias 18 e 22, embasadas pela recomendação do Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (Sinep/MG).

O Norte Livre questionou a Secretaria Municipal de Educação (Smed) de Belo Horizonte sobre a continuidade das aulas na rede municipal. Em nota, a Smed informou que “a situação é monitorada pela Secretaria Municipal de Saúde e, no momento, as orientações para as escolas são as mesmas que devem ser tomadas por todos os cidadãos e já praticadas em relação a outras doenças respiratórias, além da recomendação de intensificar as ações de prevenção. No momento, não há indicação, pelas autoridades sanitárias, de alteração no calendário escolar”.

Além disso, foram enviados comunicados a todas as escolas e Diretorias Regionais para salientar sobre a importância das ações de prevenção, hábitos de higiene e como os diretores e professores devem proceder perante um(a) estudante com sintomas do novo coronavírus.

Entre as orientações enviadas para rede municipal estão:

  • Lavar as mãos com água e sabão com maior frequência que de costume: quando chegar e sair da escola, ao entrar na sala de aula, depois de frequentar o parquinho, tocar os brinquedos, entrar e sair dos banheiros, antes das refeições e antes de usar o bebedouro.
  • Suspender todas as excursões e atividades com grande número de alunos em locais fechados;
  • Vedar e isolar a torneira de jato dos bebedouros;
  • Professoras grávidas devem ser realocadas para outra atividade, fora da sala de aula, e substituída por eventuais; 
  • Alunos com sintomas ou gripados devem ser notificados ao Posto de Saúde de referência jurisdicional, e os pais devem ser orientados a procurar atendimento médico;      
  • Utilizar álcool gel para desinfecção;
  • Não tocar olhos, boca e nariz sem higienizar as mãos;
  • Não compartilhar alimentos e utensílios;
  • Manter os ambientes arejados;
  • Tomar cuidado ao tossir ou espirrar, cobrindo sempre a boca com lenço de papel, nunca com as mãos;
  • Jogar o lenço no lixo após o uso e realizar a higienização das mãos.

Todavia, algumas escolas municipais continuam com seus profissionais em greve devido ao descumprimento pelo município do pagamento do piso salarial da categoria e manutenção da carreira dos(as) professores(as), segundo Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte (Sind-Rede/BH).

No eixo do Ensino Superior, a Faculdade de Minas (Faminas) suspendeu suas aulas desde esta segunda-feira (16) até domingo (22). O Centro Universitário Una também suspenderá suas aulas do dia 18 ao dia 22.

“A Faculdade Pitágoras, unidade Venda Nova, informa que vem acompanhando a evolução do COVID-19 e seu maior compromisso neste momento é com a segurança e a saúde de todos os alunos, professores e funcionários. Como medida preventiva, as aulas presenciais estão suspensas até o próximo dia 23 de março (segunda-feira). Durante esse período, todos os conteúdos serão disponibilizados normalmente por meio do seu ambiente virtual de aprendizagem (AVA) – que já faz parte do processo normal de aprendizagem – para que não haja qualquer impacto na progressão do conteúdo acadêmico. A instituição se mantém à disposição para sanar qualquer dúvida adicional.”

Comércio

De acordo com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), ocorrerá na cidade, na quarta-feira (18), a partir das 9h, uma campanha promovida em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde e Unimed-BH para conscientização da higiene e prevenção do novo coronavírus.

A campanha se estenderá até o dia 21 e colocará equipes em 32 centros comerciais da cidade com o intuito de distribuir 500 mil folhetos informativos e afixar cartazes nos estabelecimentos. Além disso, as redes sociais receberão material específico sobre medidas de prevenção.

PBH – Regional Venda Nova

De acordo com a Assessoria Regional de Comunicação Social da Coordenadoria de Atendimento Regional (Care) Venda Nova, o serviços prestados à população em Venda Nova pela sede localizada na Rua Lourdes Paula Cordeiro, 1.055, continuam com funcionamento normal.


Leia mais


Curta e compartilhe nas redes sociais
11Shares
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), jornalista editor no Jornal Norte Livre com passagem pelo Jornal Daqui BH, ambos parceiros hiperlocais do Portal Uai/Diários Associados. Professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D. "Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar-me