Imagem de memyselfaneye por pixabay

A evolução da internet proporcionou grande avanço na propagação e disseminação da informação. Hoje, é possível realizar reuniões nas quais podem estar presentes funcionários de uma multinacional localizados em diversas partes do mundo.

No ramo da educação, os avanços tecnológicos também trouxeram inúmeros benefícios. Atualmente, é possível ser aluno de um curso de Harvard estudando a distância e marcar a prova presencial.

Mas, como todas as coisas que acontecem abaixo do céu e sobre a terra, a evolução da informação também trouxe agruras, imbróglios e muita desinformação.

Um tema bastante discutido nos tempos hodiernos é a questão das “Fake News” – notícias que não condizem com a realidade dos fatos, sejam intencionalmente ou por falta de informações concretas.

Curiosamente, uma notícia falsa beneficiou a humanidade com uma das premiações mais importantes de todos os tempos – o Prêmio Nobel.

Na ocasião da morte do irmão de Alfred Nobel, um jornal publicou um extenso obituário no qual foi cometido o engano de noticiar a morte do próprio Alfred – e não do seu irmão que de fato havia falecido.

Alfred Nobel teve uma oportunidade única: ler o seu próprio obituário. Mas o que seus olhos presenciaram não o agradou. O jornal o descreveu como “o mercador da morte” – um homem que fez fortuna em cima de algo que possibilitou matar milhares de pessoas de forma rápida e desumana.

O texto explorava o fato de Nobel ter sido o inventor da dinamite – descoberta que o tornou milionário em decorrência de patentes e exploração de determinados poços de petróleo. Embora sua descoberta, a princípio, ter sido desenvolvida para facilitar grandes construções, como túneis e canais, sua utilidade foi deturpada e usada como artefato bélico.

Alfred Nobel ficou profundamente entristecido e revoltado pela forma como sua memória se perpetuaria para a humanidade. Ele não desejava que sua imagem fosse unicamente associada com o uso da dinamite para facilitação de guerras.

Sendo assim, ele quis se redimir deixando um legado importante para a posteridade. Então, modificou seu testamento informando que toda sua fortuna deveria ser utilizada para laurear pessoas que realizassem grandes feitos em prol da humanidade.

Assim surgiu o Prêmio Nobel, que reconhece e presta homenagem anualmente às pessoas que tiveram destaques mundiais em seis categorias: Física, Química, Medicina, Literatura, Paz e Economia.

Uma das maiores e das mais importantes e prestigiadas premiações do mundo nasceu por causa de uma notícia falsa. Nesse caso, uma “Fake News” trouxe um grande benefício à humanidade. Entretanto, na maioria esmagadora das vezes, notícias falsas só servem para espalhar confusão, difamação, calúnias e consequências perigosas.

Por isso, duvide de toda e qualquer informação recebida, cheque os fatos antes de ficar tentado a repassá-los adiante. Hoje, temos grandes ferramentas de informação – o Google está aí para você utilizá-lo gratuitamente e quantas vezes quiser. Lembre-se sempre: uma desinformação pode custar uma vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui