Crédito: Área de Serviço/Acervo Belotur
Publicidade

Neste ano, o carnaval acontece entre os dias 21 e 25 de fevereiro, mas, em Belo Horizonte, a folia começará, oficialmente, no dia 8 (segundo sábado de fevereiro) e se estenderá até primeiro de março, período divulgado pela Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur) para execução das atividades comemorativas. De acordo com a prefeitura, em  2020, duas empresas da iniciativa privada patrocinarão o evento com mais de R$ 6 milhões em verba direta e R$ 8,3 milhões em planilhas estruturais e serviços.

No ano passado, o carnaval da capital teve como tema o lema “É de todo mundo”, em que mais de 4,3 milhões de pessoas passaram pelas ruas da cidade em 23 dias de muita animação. Em  2020, durante toda folia, 423 blocos de rua (133 estreantes) festejarão em vários bairros da cidade. Além disso, acontecerá na Avenida Afonso Pena o tradicional desfile das escolas de samba de BH.



Carnaval 2020 em Venda Nova

Em janeiro, em coletiva de imprensa sobre as chuvas, o prefeito Alexandre Kalil (PSD) respondeu que as pessoas não mereciam apenas sofrer, por isso o carnaval de BH 2020 teria de acontecer. Porém, Venda Nova, uma das regiões mais afetadas pelas enchentes, aparentemente, não foi prioridade dentro das escolhas da Belotur.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

O edital para auxílio financeiro a blocos de rua em 2020, publicado pela Belotur em setembro do ano passado, concedeu a 102 blocos recursos financeiros que vão de R$ 3,5 mil a R$ 12 mil. Entretanto, do montante, apenas um bloco de rua da Regional foi contemplado — menos de 1%

Somente o bloco de rua “Vejo Flores em Você”, no Bairro Letícia, em Venda Nova, conseguiu ser aprovado para receber o repasse do recurso de R$ 3,5 mil, os quais, segundo regras da Belotur, devem ser aplicados no pagamento de músicos, técnicos de som, motoristas, seguranças, pessoal de apoio, brigadistas, material para isolamento, UTI móvel, rádio comunicação, sonorização e aluguel de espaço para ensaios.

A Regional possui mais de 30 bairros e tem outros blocos de rua, como o “Anjos do Céu”, no bairro Céu Azul, e “As Virgens do Formigueiro Quente”, no Bairro Mantiqueira. Além disso, a agremiação campeã do carnaval de 2019 e que acumula mais títulos em Belo Horizonte está situada em Venda Nova: o Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova (Gres Acadêmicos de Venda Nova).

Mesmo com pouco o aporte direcionado aos blocos de rua, várias iniciativas em Venda Nova farão a festa para os foliões. O Centro Cultural de Venda Nova (CCVN) é um dos bastiões que abriga essa energia do carnaval.

Acontecerão desfiles de blocos, oficinas e exibições de filmes na Regional. Além disso, o palco do carnaval será montado na Rua José Felix Martins, 966, e terá apresentações nos dias 22 e 23, de 16h às 22h.

Veja abaixo um mapa de atrações do carnaval 2020 na Regional Venda Nova e entorno.

Localização dos palcos do carnaval da PBH em 2020, com dias e horários – Fonte: divulgado em reunião da PM com moradores da região de Venda Nova.

Informações difíceis

Em janeiro de 2019, no carnaval passado, a Belotur foi questionada pelo Jornal Norte Livre sobre quais os endereços regionais dos blocos de rua que concorreram ao repasse de recursos. Entretanto, após quase duas semanas de espera, apenas um contato por telefone informou que não existia formas de a empresa municipal de turismo fornecer tais dados, pois não faziam essa subdivisão internamente.

Ainda em 2019, a equipe de reportagem solicitou, pela Lei de Acesso à Informação (Lai – Manifestacao nº. 158067), informações sobre as verbas destinadas pela Belotur à Regional no período de uma década. Porém, a empresa de turismo exerceu o direito previsto por um decreto de 2012 (DECRETO No 14.906, DE 15 DE MAIO DE 2012), em que não deveria compilar dados que não estavam registrados de forma organizada para o fim solicitado.

Ou seja, caso a solicitação exigisse trabalhos adicionais de análise, interpretação ou consolidação de dados e informações, eles seriam isentados de organizar as informações para responder à demanda.



Publicidade
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), jornalista editor no Jornal Norte Livre com passagem pelo Jornal Daqui BH, ambos parceiros hiperlocais do Portal Uai/Diários Associados. Professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D."Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui