Banner traz detalhes do evento. Arte: divulgação/SMC,
Publicidade

Por Gabriel Ronan

Nesta quinta-feira (13/9), o Centro Cultural Venda Nova (CCVN) sedia a Caravana do Edital Descentra (leia mais abaixo) das 19h às 21h30. O evento tem como principal objetivo orientar artistas que queiram se inscrever no programa desenvolvido pela Secretaria Municipal de Cultural (SMC).


[custom-related-posts title=”Leia também” order_by=”date” order=”DESC”]

Para se inscrever, o interessado deve preencher o formulário disponibilizado pelo CCVN (clique aqui). Nele, o cidadão precisa informar seus dados pessoais, o nome do projeto e a área cultural contemplada (música, artes cênicas, literatura etc.). Não é preciso pagar taxa alguma para se habilitar.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

Em seu total, a caravana passou ou ainda vai passar por 10 centros culturais. A programação realizada nesta quinta-feira é semelhante a outra feita em julho, para instruir quem pretendia se inscrever para a Lei Municipal de Incentivo à Cultura (LMIC). 

Serviço

  • Centro Cultural Venda Nova – 13/09, às 19h às 21h30
    Rua José Ferreira Santos, 184 – Bairro Novo Letícia – CEP: 31.640-060
    Ônibus: 635, 634
  • Centro Cultural Vila Marçola – 17/09, 19h às 21h30
    Rua Mangabeira da Serra, 320 Bairro Serra – CEP: 30.220-265
    Ônibus: 2102, 9106, 8150, 107
  • Centro Cultural São Geraldo – 18/09, 19h às 21h30
    Rua Silva Alvarenga, 548 – Bairro São Geraldo – CEP: 31.050-640
    Ônibus: 9502, 9250, 9550, 9211 e 9214
  • Centro Cultural Usina de Cultura – 19/09, 19h às 21h30
    Rua Dom Cabral, 765 Bairro Ipiranga CEP: 31.160-150
    Ônibus: 9106, 8103

Edital Descentra

O Edital Descentra nasceu com o intuito de fortalecer a cultura nas nove regionais de BH. Para isso, o recurso total, cerca de R$ 1 milhão, será dividido de maneira igualitária.

Com isso, Venda Nova pode ter o mesmo aporte da Região Centro-Sul da cidade, historicamente privilegiada em programas assistenciais ligados à cultura. O investimento vem por meio do Fundo Municipal de Cultural.

O programa retorna a Belo Horizonte depois de um hiato de dois anos. Criado em 2013, o Descentra já teve outras duas edições: 2014 e 2015.

Regras

Imagem meramente ilustrativa. Foto: reprodução/BH em Pauta.

A seleção dos projetos será feita pela Câmara de Fomento à Cultura Municipal e levará em consideração critérios como a descentralização das atividades, acessibilidade, democratização do acesso, ocupação dos equipamentos culturais públicos, entre outros.

O edital inclui ainda como critério de seleção a acessibilidade cultural para pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida, pessoas com dificuldade na língua/linguagem, pessoas em situações sociais desfavoráveis, bem como as crianças, os idosos e demais públicos tradicionalmente não contemplados em programas e atividades culturais.

Para selecionar os projetos, a prefeitura adota algumas regras. Para isso, apenas pessoas físicas podem se inscrever e cada projeto selecionado poderá receber no máximo R$ 20 mil.

Podem ser inscritos projetos que possuam caráter artístico e/ou cultural, dentro dos seguintes setores: artes visuais; audiovisual; circo; dança; literatura; música; patrimônio material/memória; patrimônio imaterial/identidades culturais; e teatro/musical/ópera.

Além disso, nesta edição, a prefeitura trouxe a categoria multisetorial, que não existia nos editais anteriores. Nela, projetos transversais, que reúnem mais de uma linguagem artística, podem se habilitar.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui