Imagem de M. Maggs por Pixabay e logo de divulgação do grupo
Imagem de M. Maggs por Pixabay e logo de divulgação do grupo
Advertisement

Nesta terça-feira (05), das 8h às 12h, acontecerá a “Travessia Histórico Ambiental em Venda Nova: córrego Capão e Vilarinho”. A atividade será um passeio guiado por Venda Nova, em que sete agentes ambientais, no ônibus Expresso Ambiental da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), apresentarão aos idosos do grupo de convivência Traços de União, do Centro Cultural de Venda Nova (CCVN), parte da história e recursos naturais da Regional.

Os participantes do passeio foram contemplados por frequentarem as atividades do CCVN. Serão 20 idosos e um monitor a serem guiados pela história e percurso dos córregos Capão e Vilarinho.


Você é de Venda Nova?

Morador(a) de Venda Nova, fique por dentro de notícias exclusivas e específicas da regional. Clique no botão ao lado/abaixo e siga o Jornal Norte Livre nas redes sociais.


Os integrantes começarão o passeio partindo do CCVN, com atividades de ambientação e café comunitário às 8h. Em seguida, no ônibus, farão seis paradas estratégicas para contar histórias e debater sobre a atual preservação do lugar e as irregularidades da ocupação imobiliária.

Veja abaixo as principais paradas do passeio:

  1. Centro Cultural de Venda Nova (CCVN)
  2. Nascente do Córrego do Capão (Avenida Navegantes)
  3. Bairro Lagoa (Projeto do Parque Linear – Núcleo Capão)
  4. Junção dos córregos Capão e Vilarinho
  5. Local onde o Vilarinho ainda está aberto
  6. Córrego Baleares (Parque José Lopes dos Reis)
Mapa indicador de paradas do passeio – Fonte: Fábio Fontes

Conforme o coordenador do grupo, Fábio Fontes, a escolha por Venda Nova se deu porque, ano a ano, a Regional sofre com enchentes. Como o problema não é motivado apenas pelo poder público, mas, também, pela degradação dos córregos e suas nascentes, o intuito do projeto é conscientizar essa parcela da população.

“A intenção deste trabalho é levar o esclarecimento para as pessoas que há possibilidade de a gente viver com os rios, sem poluí-los, e evitando, também, o sofrimento com enchentes em períodos de chuva. O nosso objetivo é levar esse conhecimento e plantar uma sementinha para que as pessoas tenham mais consciência ambiental sobre os nossos rios invisíveis”, disse Fontes.

BH Itinerante

Logo BH Itinerante - Fonte: Fábio Fontes
Logo BH Itinerante – Fonte: Fábio Fontes

O BH Itinerante é um curso de extensão em Educação Ambiental promovido pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), em atendimento à Agenda 21.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente (MMA), o Agenda 21 é um “instrumento de planejamento para a construção de sociedades sustentáveis, em diferentes bases geográficas, que concilia métodos de proteção ambiental, justiça social e eficiência econômica”.

Desse modo, semestralmente, a PBH abre vagas para inscrição de futuros agentes ambientais, os quais, ao fim do curso, devem propor oficinas ou travessias histórico ambientais. Nesta edição do BH Itinerante, o grupo coordenado por Fábio Fontes escolheu o trajeto por Venda Nova.

Grupo de agentes ambientais - Fonte: Fábio Fontes
Grupo de agentes ambientais – Fonte: Fábio Fontes

Iniciativas bem-vindas

A atividade não é a primeira do tipo na Regional. Há pouco mais de um ano, ocorreu a “Ciclo expedição no Vilarinho: histórias de luta pelas águas e pelo verde”, em que os participantes, via bicicletas, promoverão uma pedalada ecológica pelo córrego mais famoso de Venda Nova.

Além desta, o Parque Estadual Serra Verde ( Pesv) promove todos os meses trilhas ecológicas pela unidade de conservação ambiental. Contudo, neste mês de novembro, o evento com temática pelas nascentes do parque foi cancelado por causa do último incêndio de grandes proporções que atingiu o lugar em outubro.


Leia também


Curta e compartilhe nas redes sociais
35Shares
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), jornalista editor no Jornal Norte Livre com passagem pelo Jornal Daqui BH, ambos parceiros hiperlocais do Portal Uai/Diários Associados. Professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D. "Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo