Avenida Vilarinho - Local de ocorrência de inundações - Setembro de 2019 - Foto: Will Araújo - Jornal Norte Livre
Avenida Vilarinho - Local de ocorrência de inundações - Setembro de 2019 - Foto: Will Araújo - Jornal Norte Livre
Advertisement

No consolidado semestral de multas por avanço de sinal semafórico divulgado pela Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), Venda Nova apareceu três vezes no ranking das 20 vias com maior número de ocorrências — duas vezes no topo. Nestes seis primeiros meses do ano, ocorreram em todo município 51.122 infrações deste tipo. O cálculo é simples: em média, por hora, 12 veículos cometeram essa penalidade gravíssima, que adiciona sete pontos à carteira de habilitação e resulta em taxa de R$ 293,47.


Você é de Venda Nova?

Morador(a) de Venda Nova, fique por dentro de notícias exclusivas e específicas da regional. Clique no botão ao lado/abaixo e siga o Jornal Norte Livre nas redes sociais.


Em Venda Nova, a Avenida Vilarinho foi a grande vilã. A via aparece na capital como a primeira e a segunda colocada com maior número de penalidades deste tipo; na altura do número 1.399 (em frente ao Shopping Norte) e na esquina com a Rua Maçon Ribeiro (próximo ao Habibs).

Além disso, a Avenida Vilarinho volta a aparecer no fim do elenco. Agora, a 60 metros do viaduto da Avenida Dom Pedro I, também próximo ao Habibs. De acordo com a assessoria de imprensa da BHTrans, as três primeiras vias do ranking de multas por avanço de sinal vermelho somam, aproximadamente, 400 ocorrências cada. Veja abaixo a lista das vias:

  1. Av. Vilarinho, nº 1.399
  2. Av. Vilarinho esquina com rua Maçon Ribeiro
  3. Av. Presidente Antônio Carlos, esquina com Av. Marechal Experidião Rosa
  4. Av. do Contorno esquina com Viaduto Jornalista Oswaldo Faria
  5. Av. dos Andradas esquina com Av. do Contorno
  6. Rua dos Guaicurus esquina com Rua Espirito Santo
  7. Av. Presidente Antônio Carlos esquina com Rua Rio Novo
  8. Av. Francisco Sá esquina com Av. Amazonas
  9. Av. Presidente Antônio Carlos esquina com Av. Coronel José Dias Bicalho
  10. Av. Cristiano Machado, nº 11660
  11. Av. Cristiano Machado esquina com Rua Felipe Melo
  12. Av. do Contorno esquina com Rua Paracatú
  13. Av. do Contorno esquina com Viaduto Jornalista Oswaldo Faria
  14. Av. dos Andradas esquina com Av. Silviano Brandão
  15. Av. do Contorno, n.o 8995 (Esquina com Amazonas sentido Savassi)
  16. Av. Dom Pedro II, nº 3.527
  17. Av. Presidente Antônio Carlos esquina com Av. Coronel José Dias Bicalho
  18. Av. Francisco Sales esquina com Av. Professor Alfredo Balena
  19. Rua Jacuí, entre Rua Wilson Modesto Ribeiro e Avenida Cristiano Machado
  20. Av. Vilarinho, a 60 Metros do Viaduto da Av. Dom Pedro I
Avenida Vilarinho - Setembro 2019 - Foto: Will Araújo/Jornal Norte Livre
Avenida Vilarinho – Setembro 2019 – Foto: Will Araújo/Jornal Norte Livre

Coibir para não lamentar

Segundo a BHTrans, o número de acidentes nestes locais caiu, justamente, pela colocação destes equipamentos de detecção de avanço de semáforo. Conforme assessoria, “é a medida que mais dá resultado”.

Em julho deste ano, a BHTrans instalou dois novos radares para detecção de avanço de sinal vermelho na Avenida Vilarinho, um na esquina com a Avenida Baleares e outro em frente ao Posto Delma, perto da entrada para a Avenida Elias Antônio Issa. Vale ressaltar que os equipamentos foram instalados após a virada do semestre, por isso ainda não tiveram estatísticas apresentadas.

Entre janeiro e abril de 2019, a Avenida Vilarinho também somou o maior número de acidentes com vítimas, sem vítimas e registro de medidas administrativas entre as vias de Venda Nova — foram 129 ocorrências. A Rua Padre Pedro Pinto foi a segundo em quantidade.

Atualmente, existem na Avenida Vilarinho 13 semáforos com radares de avanço de sinal vermelho. Veja o mapa da BHTrans logo abaixo.


Leia também


Curta e compartilhe nas redes sociais
78Shares
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), jornalista editor no Jornal Norte Livre com passagem pelo Jornal Daqui BH, ambos parceiros hiperlocais do Portal Uai/Diários Associados. Professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D. "Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo