Vista aérea da Avenida Vilarinho em Venda Nova - Fundação Municipal de Cultura
Avenida Vilarinho - 2008 - Acervo Fundação Municipal de Cultura/PBH
Publicidade

No dia 19 de março, por meio do Diário Oficial do Município (DOM), a Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (Urbel) convocou as famílias do Programa de Locação Social da capital para se manifestarem e receberem orientações sobre o benefício.

Segundo a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), dos 688 nomes chamados, 112 são de famílias residentes na Regional Venda Nova e que podem receber benefício de até R$ 500 de acordo com a renda.

Os convocados devem fazer contato pelo e-mail dvso@pbh.gov.br ou por mensagem de WhatsApp para o número 98460 9367. O prazo de resposta é de até 180 dias a partir do dia da publicação no DOM, dia 19 de março.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

Para a inclusão no Programa de Locação Social, os nomes listados deverão comprovar a vinculo ao Núcleo de Moradia pelo qual foram indicados à vaga do benefício do Orçamento Participativo de Habitação (OPH), por meio de declaração assinada pelo coordenador do movimento.

Além disso, devem apresentar documentos para provar o enquadramento nos seguintes requisitos gerais:

I – ser residente no Município de Belo Horizonte há mais de dois anos;
II – possuir renda familiar mensal de até cinco salários mínimos;
III – possuir renda familiar mensal igual ou superior a um salário mínimo e renda familiar per capita mensal igual ou superior a 25% (vinte e cinco por cento) do salário mínimo;
IV – não possuir propriedade ou posse de imóvel;
V – não ter sido contemplada, em caráter definitivo, por programas habitacionais públicos (exceto o público enquadrado no parágrafo 1° do art. 3° do Decreto supramencionado).

CLIQUE AQUI para ver a lista de nomes convocados.

O benefício do Programa de Locação Social

O Programa de Locação Social é uma iniciativa da Política Municipal de Habitação, o qual é executado pela Urbel. O Programa foi implementado em dezembro de 2019.

“O objetivo desse Programa é promover atendimento habitacional subsidiado por meio da locação, a preços acessíveis, de unidades habitacionais privadas ou públicas existentes, evitando que as famílias de baixa renda tenham um ônus excessivo com o pagamento do aluguel”, informa a PBH pelo portal on-line.

Famílias interessadas, segundo a PBH, devem “entregar a documentação necessária após chamamento, indicar os imóveis para vistoria, assinar o contrato e pagar o valor mensal estabelecido”.

Já proprietários/locatários interessados em disponibilizar o imóvel para o Programa, devem tê-lo cadastrado na Urbel, acolher a equipe técnica durante a vistoria, realizar eventuais adequações, assinar o contrato e comunicar à Companhia caso haja inadimplência da família.

Estudo aponta Venda Nova como local com maior percentual de casas vazias por regional de BH

Em dezembro de 2020, o Jornal Norte Livre apresentou, em matéria, um estudo feito pela Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH) sobre a quantidade de casas vazias na capital.

Conforme o estudo, o maior percentual de domicílios vagos por Regional está em Venda Nova, com 10,91% do total. Enquanto a região tem 88.764 moradias, 9.684 estão vazias. Veja abaixo o mapa apresentado pelo relatório.

Mapa de domicílios vagos conforme relatório da CMBH
Mapa de domicílios vagos conforme relatório da CMBH

Conforme estudo feito pelo Polos de Cidadania, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em julho de 2020, existiam cerca de 18 mil moradores em situação de rua em Minas Gerais. Parcela significativa em Belo Horizonte, 9.114.

Somente a Regional Venda Nova e a quantidade de domicílios vazios seria capaz de abrigar, com planos do governo, esse contingente.

Publicidade
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), editor no jornal Norte Livre, parceiro hiperlocal do Portal Uai/Diários Associados, editor digital no jornal Diário do Comércio, professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D."Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui