Primeiro centro de distribuição da Amazon de Minas Gerais será instalado em Betim: Foto: Alan Levine/PxHere.
Primeiro centro de distribuição da Amazon de Minas Gerais será instalado em Betim: Foto: Alan Levine/PxHere.
Publicidade

A Amazon vai instalar em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, seu primeiro centro de distribuição em Minas Gerais. O governo do estado divulgou as informações nesta segunda (9). Mas, o que vai mudar na prática para o consumidor que opta pelo e commerce?

O objetivo da Amazon com o novo centro de distribuição é agilizar as entregas em cidades mineiras. Sobretudo, aquelas feitas no modelo Prime, considerado o mais rápido da gigante do e commerce.

Portanto, o número de cidades alcançadas por esse modelo de entrega, que leva até dois dias úteis, será ampliado em Minas Gerais. A empresa e o governo do estado, porém, não informam quais cidades exatamente serão beneficiadas.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

A entrega Prime é restrita aos assinantes desse programa da Amazon. Além disso, eles têm direito a assistir ao Prime Video (séries e filmes), promoções exclusivas e acesso a músicas (Prime Music), livros e revistas.

O serviço custa R$ 9,90 por mês (clique aqui para ver todas as vantagens).

Centro de distribuição gera empregos

A Amazon também promete gerar 225 empregos em Betim com o novo centro de distribuição. A empresa, porém, ainda não está 100% em operação, fato que deve acontecer nos próximos dias, segundo o governo do estado.

A conta leva em consideração tanto os empregos diretos quanto os indiretos.

O Rio Grande do Sul e o Distrito Federal também receberão centros de distribuição em breve. De acordo com o country manager da Amazon no Brasil, Alex Szapiro, 1,5 mil empregos serão gerados de maneira direta e indireta com essas três unidades.

Portanto, a Amazon ficará com oito centros de distribuição no Brasil. Unidade em Cajamar (SP) e outra em Cabo Santo Agostinho (PE) também foram instaladas desde novembro de 2019.

Zema comemora

O governador Romeu Zema (Novo) anunciou a novidade por meio do seu Twitter oficial nesta segunda. Ele disse que tornar o estado “um lugar cada vez melhor para empreender” é uma prioridade do seu governo.

“Isso é muito importante para nós, porque significa mais empregos e futuras oportunidades de novos negócios virem para Minas, já que uma empresa como a Amazon acaba atraindo outros prestadores de serviços”, afirmou à Agência Minas.

O candidato do partido Novo em BH adotou discurso parecido. Rodrigo Paiva disse, em entrevista ao Jornal Norte Livre nessa sexta (6), que pretende ser “amigo do empreendedor” na capital mineira.

Saiba mais

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui