Notificação de caso confirmado da Covid-19 na EM Zilda Arns | Fonte: Sind-REDE/BH
Notificação de caso confirmado da Covid-19 na EM Zilda Arns | Fonte: Sind-REDE/BH
Publicidade

Em levantamento iniciado no dia 26 de abril, data da retomada das aulas presenciais em escolas municipais de Belo Horizonte, 11 unidades da rede de educação da capital, situadas em Venda Nova, apresentaram casos confirmados para a Covid-19. A informação é do Sindicato dos Trabalhadores de Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte (Sind-REDE/BH).

Conforme Wanderson Rocha, membro do comando de greve Sind-REDE/BH, estão na lista desenvolvida pelo Sindicato:

  • EM Milton Campos: 1 caso confirmado (Mantiqueira)
  • EM Padre Marzano Matias: 1 caso confirmado (Rio Branco)
  • EM Professor Tabajara Pedroso: 1 caso confirmado (Candelária)
  • EMEI Itamarati: 1 caso confirmado (Santa Mônica)
  • EMEI Jardim Comerciários: 1 caso confirmado (Jardim dos Comerciários)
  • EMEI Jardim Leblon: 1 caso confirmado (Jardim Leblon)
  • EMEI Mantiqueira: 6 casos confirmados (Mantiqueira)
  • EMEI Navegantes: 1 caso confirmado (Céu Azul)
  • EMEI Piratininga: 3 casos confirmados (Piratininga)
  • EMEI Serra Verde: 1 caso confirmado (Serra Verde)
  • EM Zilda Arns: 1 caso de criança (Rio Branco).

Ao todo, conforme levantamento do Sind-REDE/BH, são 18 casos confirmados em Venda Nova. Mas, ainda segundo a entidade, 40 unidades da rede municipal já apresentaram casos de trabalhadores contaminados e o número pode ser ainda maior, pois a testagem não atende completamente a demanda.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE
  1. EMEI Mantiqueira
  2. EM Edgar da Mata
  3. EM Lidia Angelica
  4. EM Marlene Rancante
  5. EM Milton Campos
  6. EM Modesta Cravo
  7. EM União Comunitária
  8. EM Wladimir
  9. EMEI 1° de Maio
  10. EMEI Alaíde Lisboa
  11. EMEI Betinho
  12. EMEI California
  13. EMEI Capivari
  14. EMEI Castelo
  15. EMEI Cavalinho de Pau
  16. EMEI Franscico Azevedo
  17. EMEI Granja de Freitas
  18. EMEI Itamarati
  19. EMEI Jaqueline
  20. EMEI Jardim Comerciários
  21. EMEI Jardim Leblon
  22. EMEI Jatoba IV
  23. EMEI José Isidoro
  24. EMEI Maldonado
  25. EMEI Mantiqueira
  26. EMEI Maria Sales
  27. EMEI Marta Nair
  28. EMEI Navegantes
  29. EMEI Paulo IV
  30. EMEI Pilar Olhos D´´agua
  31. EMEI Piratininga
  32. EMEI Santa Maria
  33. EMEI Santa Rosa
  34. EMEI São Gabriel
  35. EMEI Edith Pimenta da Veiga
  36. EMEI Serra Verde
  37. EMEI Silva Lobo
  38. EMEI Solar Rubi
  39. EM Professor Tabajara Pedroso
  40. EM Hilda Rabelo

Segundo Sind-REDE/BH, é necessária a ampliação da testagem, pois ela é feita apenas em quem manifesta sintomas. A entidade defende que a vacinação seja ampla e que a testagem aconteça para todos os trabalhadores das escolas que tiveram casos confirmados.

De acordo com Wanderson Rocha, todos os casos confirmados são notificados à PBH com um ofício enviado para a Secretaria Municipal de Saúde e outro para a Secretaria Municipal de Educação. Porém, eles respondem que existe um protocolo e que tudo está acontecendo conforme orientações da pasta responsável.

“A prefeitura entende que um caso ou dois não revelam um surto dentro da escola. Apenas a partir de três casos é considerado o surto e a necessidade de fechamento do atendimento. Quando existe um caso e há o contato direto com a pessoa infectada por mais de 15 minutos, os trabalhadores próximos são afastados preventivamente, mesmo que não manifestem os sintomas. Mas nós, do Sind-REDE/BH, questionamos que somente o contato direto não é suficiente para definição da suspensão das atividades, pois há a possibilidade da transmissão indireta, visto que os espaços nas escolas são muito pequenos”, diz Wanderson Rocha.

Os únicos casos de suspensão das escolas em Venda Nova foram na EM Padre Marzano Matias (que já está funcionando novamente), EMEI Itamarati (que já voltou a funcionar) e, recentemente, na EM Zilda Arns, pois três crianças manifestaram os sintomas e uma foi diagnosticada com positivo para Covid-19.

No dia 15 de maio, na Regional Noroeste, após a retomada das aulas presenciais, a diretora da Escola Municipal Marlene Pereira Rancante, Márcia Nunes, 61 anos, faleceu vítima da Covid-19.

No início de maio, o Jornal Norte Livre noticiou que a primeira instituição com casos confirmados de Covid-19 em Venda Nova era a Escola Municipal de Educação Infantil do Bairro Jardim Leblon. À época, a Secretaria Municipal de Educação respondeu, em nota, “que a recomendação é que todos os indivíduos, sintomáticos ou não, que tiveram contato próximo com casos suspeitos e/ou confirmados de Covid-19, sejam afastados das atividades por 14 dias. A orientação está sendo repassada às Emeis”.

Agora, Venda Nova registra, em menos de um mês, o aumento de 2 para 18 casos. O Jornal Norte Livre enviou o questionamento sobre a quantidade de casos confirmados para a Secretaria Municipal de Educação, porém, não houve retorno até a publicação dessa matéria. Assim que forem enviadas respostas, o conteúdo será atualizado.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui