Imagem: Divulgação/Encontro Minas na MPB
Imagem: Divulgação/Encontro Minas na MPB
Advertisement

Aline Calixto, Maurício Tizumba, Léo Barreto, Serginho Beagá, Laura Catarina (filha de Vander Lee)… Atrações de peso da cena musical de Belo Horizonte vão desembarcar em Venda Nova por meio da 11ª edição do Encontro Minas na MPB, promovida pelo empreendedor cultural, compositor e cantor Zé Teixeira, um dos artistas mais atuantes da região. A programação já tem data e local marcados: 29 e 30 de novembro, no Sesc Venda Nova (Rua Maria Borboleta, s/n – Bairro Novo Letícia). A entrada será a partir da doação de alimentos não perecíveis.

Esta será a segunda vez que Zé Teixeira traz o evento para Venda Nova – das anteriores, a oitava edição aconteceu na regional. Além dessas, a programação passou por outros espaços consagrados de Belo Horizonte, como a Praça da Liberdade, o Palácio das Artes e o Minascentro.

“A gente sempre tentou manter uma grade bem eclética, primando sempre pelo instrumental, pela moda de viola, mas sem criar rótulos. Neste ano, por exemplo, teremos dois sambistas, que é a Aline (Calixto) e o Serginho Beagá”, explica Zé Teixeira.


O evento tem apoio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (LMIC), a partir de aporte captado junto a MGS. Além do mecanismo da prefeitura, Zé Teixeira conta com os serviços do Jornal Norte Livre, da Rádio Alternativa FM, do Conselho Comunitário de Segurança de Venda Nova (Consep 14) e de outros empreendimentos. “Nessa edição, resolvemos virar o foco para o mercado vendanovense. Nós sempre trabalhamos com outras mídias, mas esse ano eu resolvi focar aqui. O fotógrafo é da região, assim como o mestre de cerimônia e o jornal (Norte Livre) que está cobrindo”, detalha.


Você é de Venda Nova?

Morador(a) de Venda Nova, fique por dentro de notícias exclusivas e específicas da regional. Clique no botão ao lado/abaixo e siga o Jornal Norte Livre nas redes sociais.


Encontro Minas na MPB 11
Encontro Minas na MPB 11

O evento também dará palco a intérpretes e grupos musicais de Venda Nova e região. No dia 29, sexta-feira, a Orquestra Jovem da Escola Municipal Pedro Guerra, do Bairro Mantiqueira, se apresentará. Já no sábado, 30, será a vez da artista Bell Mattos.

A primeira edição do Encontro Minas na MPB aconteceu em 2005, quando o artista teve a ideia de valorizar criteriosamente os compositores mineiros, o que, segundo Zé Teixeira, não ocorre em muitos festivais devido aos júris não serem escolhidos pela competência técnica. “Eu participei de muitos festivais e comecei a constatar que eles têm lá a sua importância, mas são meio maçantes, porque muitas vezes se é avaliado por pessoas que não têm o gabarito para tal”, ressalta.

O fenômeno, de acordo com o idealizador do Encontro Minas na MPB, acontece muitas vezes em cidades do interior, onde o prefeito local deseja fazer lobby com outras personalidades do município e as chama para compor a mesa de críticos. “O prefeito, para fazer a média política dele, chama ali o juiz da cidade, a mulher do dentista e outras pessoas. Todavia, também já participei de festivais de alto gabarito, como o ‘Canta Minas’, no qual fui finalista”.

Além disso, Zé Teixeira se compromete a valorizar os compositores da música brasileira e mineira. Segundo ele, muitas pessoas conhecem quem está cantando uma canção de sucesso, mas sequer sabem o compositor do trabalho. Algumas rádios, inclusive, deixam de citar o nome de quem compôs a música, o que na visão dele é uma falha imperdoável.

Zé Teixeira - Foto: Déa Tomichi
Zé Teixeira – Foto: Déa Tomichi

Dificuldades

Apesar de chegar a sua 11ª edição, o Encontro Minas na MPB viveu quatro anos de hiato, entre 2014 e 2018, pela falta de apoio do poder público. De acordo com Zé Teixeira, as limitações aconteceram, principalmente, por conta de desavenças políticas com o ex-governador.

“Foi justamente na gestão do Pimentel, de 2014 a 2018, que a coisa paralisou. E não foi por falta de dedicação e esforço não. Eu mesmo conversei com ele duas vezes, dei a ele uma cópia do catálogo e ele elogiou. Falou que faria (o apoio), mas infelizmente não deu a devida importância”, lamenta. “A gente chegou a aprovar e conseguimos duas cartas de intenção da Cemig, mas na fritada dos ovos mesmo a coisa não concretizava”, completa.


Serviço

  • Evento: 11ª edição do Encontro Minas na MPB
  • Local: Sesc Venda Nova (auditório Ouro Preto)
  • Endereço: Sesc Venda Nova (Rua Maria Borboleta, s/n – Bairro Novo Letícia). Entrada de veículos pelo Bairro Mantiqueira, Rua José Felix Martins, 1.246 (portaria dois)
  • Idealizador: Zé Teixeira
  • Data: 29 e 30 de novembro, a partir das 20h30
  • Redes sociais: @encontrominasnampb
  • Compositores: Aline Calixto, Carlos Farias, Duo Aduar, Laura Catarina, Leonardo Barreto, Maurício Tizumba, Nildon Senna e Foka Senna, Serginho Beagá, Serginho Silva e Sérgio Villard
  • Participações especiais: Orquestra Jovem da Escola Municipal Pedro Guerra (29 de novembro) e Bell Mattos (30 de novembro)
  • Incentivo: Lei Municipal de Incentivo à Cultura (LMIC)
  • Ingresso: 1kg de alimento não perecível (beneficiário “Mesa Brasil”).

Leia mais


Curta e compartilhe nas redes sociais
34Shares
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), jornalista editor no Jornal Norte Livre com passagem pelo Jornal Daqui BH, ambos parceiros hiperlocais do Portal Uai/Diários Associados. Professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D. "Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo