Restaurante Popular III Maria Regina Nabuco Venda Nova - Foto - Smasan
Advertisement

No último sábado (06), a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) celebrou, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, a segunda edição do “Festival Gastronômico”. No evento, os Restaurantes Populares da capital disputaram o título de melhor prato e melhor sobremesa criados pelas equipes de representantes de cada uma das quatro unidades da cidade.

O Festival aconteceu no Restaurante Popular Josué de Castro, situado na Rua Ceará, 490, Bairro Santa Efigênia, e encerrou, também, o processo de capacitação dos colaboradores das unidades. A temática desenvolvida pelos concorrentes desta edição foi a “técnica”.


Você é de Venda Nova?

Morador(a) de Venda Nova e bairros vizinhos, fique por dentro do que acontece na regional com notícias específicas e exclusivas. Siga nossa página no Facebook. É só clicar no botão ao lado. .


O Restaurante Popular III, Maria Regina Nabuco, localizado em Venda Nova, ficou em terceiro lugar na disputa. O vencedor do concurso foi o Restaurante Popular I, Herbert de Souza, que fica na região central.

A equipe do Popular I apresentou uma receita com iscas de filé de tilápia e crosta de castanha de caju acompanhadas de purê de banana-da-terra e cenoura baby. A sobremesa foi um sorvete de mandioca com calda de maracujá.

Os pratos foram avaliados por sete jurados, entre especialistas de gastronomia e nutrição. Os critérios julgados foram “criatividade, apresentação visual, sabor, textura e utilização de técnicas ensinadas nas oficinas”.

Como prêmio, será sorteada uma viagem técnica entre os participantes do grupo vencedor. Além disso, a receita melhor avaliada passará por adaptações para entrar no cardápio dos Restaurantes Populares de Belo Horizonte.

Histórico

Na primeira edição do “Festival Gastronômico”, ocorrida em 2017, o Restaurante Popular de Venda Nova foi o grande campeão apresentando a receita de “canelone de berinjela com ricota e nozes ao pesto de manjericão e, como sobremesa, pera em calda de especiarias com sorvete de banana e morango”.

Segundo Wellemy Nogueira, diretor de Restaurantes e Refeitórios Populares da Prefeitura de Belo Horizonte, o “Festival Gastronômico é a finalização de um trabalho de formação desenvolvido no decorrer do ano, no qual os funcionários podem expor parte do aprendizado em uma competição saudável”.


Leiam também

Curta e compartilhe nas redes sociais
35Shares
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), jornalista editor no Jornal Norte Livre com passagem pelo Jornal Daqui BH, ambos parceiros hiperlocais do Portal Uai/Diários Associados. Professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D. "Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo