Paroquia Nossa Senhora Aparecida Mantiqueira - Venda Nova - 1 Foto - William Araujo - Jornal Norte Livre
Paroquia Nossa Senhora Aparecida Mantiqueira - Venda Nova - 1 Foto - William Araujo - Jornal Norte Livre
Advertisement

Por Thiago Souza

Para os cristãos, essa é a semana mais aguardada durante todo o ano. Missas, procissões e encenações bíblicas resgatam uma tradição milenar em meio à modernidade.

Leia também


Nesse cenário de reflexão e ressurreição, as paróquias de Venda Nova e entorno se preparam para celebrar a Semana Santa.

Até 2010, quando foi realizado último censo pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Belo Horizonte tinha 59,8% de moradores católicos, o que equivale a 1,4 milhões de pessoas.

Evangélicos somavam 25%, ou 595,2 mil, enquanto os espíritas chegavam a 4%.

Filipe Hécton, integrante da Pastoral de Crisma da Paróquia Santo Antônio de Venda Nova, uma das mais antigas da região, considera a Semana Santa um tempo especial de aprofundamento da fé e mudança de atitude:

“Jesus me ensina através da paixão, morte e ressurreição que o amor apesar dos desafios que o mundo nos coloca, sempre vencerá”, afirma.

Paroquia Nossa Senhora Aparecida Mantiqueira - Venda Nova - Foto - William Araujo - Jornal Norte Livre
Paroquia Nossa Senhora Aparecida Mantiqueira – Venda Nova – Foto – William Araujo – Jornal Norte Livre

Sexta-feira da Paixão

Um dos pontos altos da Semana Santa acontece na sexta-feira, às 15h, na chamada Hora da Divina Misericórdia.

Simbolicamente, foi nesse horário em que Cristo foi morto na cruz. É neste momento que as paróquias realizam ações litúrgicas que se encerram, na maioria das vezes, com encenações da Paixão de Cristo um pouco mais à noite.

Em Venda Nova, há igrejas que vão promover peças teatrais a partir das 19h. Este ano, a Santo Antônio completa 150 anos de existência e apostou no elo entre o tema da Campanha da Fraternidade 2018 e a Paixão de Cristo.

Com esse mote, os participantes refletem as diversas formas de violência que existem e como a imagem do Cristo auxilia na superação.

“Faremos uma Via Sacra encenada. A cada estação, acontecerão pausas e teremos reflexões sobre uma forma de violência presente nos dias atuais. A cada reflexão, também, serão projetados, em um telão imagens, dados sobre o tema. Como exemplo, na oitava estação, onde Jesus consola as mulheres, chamaremos atenção que hoje a violência contra elas acontece, principalmente, dentro de casa”, detalha Hécton sobre o roteiro da apresentação de sexta à noite.

Programação Semana Santa em Venda Nova

Curta e compartilhe nas redes sociais
4Shares