Parque José Dazinho Pimenta, também conhecido como Parque do Cenáculo, se destaca por abrigar 12 nascentes preservadas. Foto: divulgação/FPMZB.
Parque José Dazinho Pimenta, também conhecido como Parque do Cenáculo, se destaca por abrigar 12 nascentes preservadas. Foto: divulgação/FPMZB.
Advertisement

Por Gabriel Ronan

Com 18 m² de áreas verdes por pessoa, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Belo Horizonte é a terceira cidade mais arborizada do Brasil, considerando apenas municípios com mais de um milhão de habitantes. Na capital, 83% dos domicílios são arborizados. Diante de tais números, o termo “Cidade Jardim” não diz respeito somente aos bairros da região Centro-Sul, mas a cidade como um todo, que abriga, atualmente, 76 parques públicos contemplados com muito verde, atividades esportivas e culturais e espaços de lazer.

Leia também


Em Venda Nova, o cenário não é diferente. No total, a regional abriga quatro parques abertos ao público, espalhados pelos bairros Cenáculo, Jardim Europa, Jardim Leblon e Rio Branco. A administração pertence à Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica de Belo Horizonte (FPMZB), por meio da gerência dos gestor Fábio Silvestre.

Veja no mapa a localização dos parques:

Opções para crianças e para quem procura por atividade física

Quadras, pista de skate, playground, equipamentos de ginástica e áreas com mesas e bancos. Essa infraestrutura toda está nos 10 mil metros quadrados do Parque Jardim Leblon (rua Salto da Divisa, 99, Jardim Leblon – veja mapa acima). Inaugurado em 2001, o local ostenta espécies arbóreas de ipê, palmeira, castanheira, unha de vaca.

No bairro Cenáculo, o Parque José Dazinho Pimenta (rua José Avelino da Silva, 30, Cenáculo – veja mapa acima) oferece estrutura para as mais diferentes idades: o playground atende às crianças, enquanto os equipamentos de ginástica, barras de musculação e a pista de cooper visa os jovens, adultos e idosos. Implantado em 2004, com 11 mil metros quadrados, o parque surgiu de uma compensação ambiental da Construtora Rossi, que ergueu um condomínio próximo ao local.

A infraestrutura acomoda árvores nativas, como ipê, açoita-cavalo, pau d’óleo e angico. A fauna complementa a paisagem natural, com aves como alma-de-gato, saíra, tico-tico, rolinha, bem-te-vi e joão de barro.

Sustentabilidade e recuperação ambiental

Com atividades semelhantes às dos anteriores, o Parque José Lopes dos Reis (rua Albânia, 17, Jardim Europa – veja mapa acima), também conhecido como Baleares, oferta playground, equipamentos de ginástica e espaço para convivência. A estrutura foi inaugurada em 2008, a partir de obras desempenhadas pelo Programa de Recuperação Ambiental de Belo Horizonte, chamado Drenurbs/Nascentes. A área total abrange 14 mil metros quadrados.

Localizado no Jardim Europa, Parque José Lopes dos Reis, também conhecido como Baleares, oferece pista para prática de caminhadas e corridas.
Localizado no Jardim Europa, Parque José Lopes dos Reis, também conhecido como Baleares, oferece pista para prática de caminhadas e corridas.

No parque, houve a canalização e drenagem do Córrego dos Baleares, além da implementação de um sistema de captação da água da chuva. Para complementar o ambiente propício ao lazer, existem 12 nascentes preservadas e árvores frutíferas, como mangueiras, jabuticabeiras e abacateiros, que alegram quem visita o Jardim Europa.

Fauna e sossego como diferenciais

Apesar de oferecer menos opções de lazer e prática desportiva, o Parque Alexander Brandt (rua Joaquim Gonçalves da Silva, 67, Rio Branco – veja mapa acima) se destaca por 80% de sua vegetação ser nativa da região. Nela, estão pés de jacarandá da Bahia, vinhático, pau d’óleo, açoita-cavalo, jacaré, além de cactáceas, bromélias, samambaias e cipós.

A fauna local também se destaca em comparação aos demais parques de Venda Nova, por reunir mamíferos como gambá e mico-estrela, além das aves bem-te-vi, sanhaço, alma de gato, sabiá, pica-pau e saíra. Com isso, o local se transforma em uma alternativa para contemplação, o que contribui para fugir do estresse do dia-dia.

Regulamento de uso das estruturas

Todos os parques de Venda Nova seguem as mesmas regras de funcionamento, de terça a domingo e feriados, das 07h às 18h. Crianças de até 10 anos só podem permanecer nas dependências dos parques acompanhadas dos pais e/ou responsáveis, enquanto cães e gatos precisam de serem conduzidos por coleiras. Quanto aos rejeitos dos animais domésticos, a Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica de Belo Horizonte (FPMZB) informa que as fezes são de responsabilidade do dono. Cães da raça Pitbull só podem passear pelo parque com focinheira, conforme a Lei Municipal nº 8.198 de 2001.

Em caso de dúvidas, consulte o Diário Municipal do Município.

 

Curta e compartilhe nas redes sociais
19Shares