Av. Vilarinho - Google Maps
Publicidade

O mês de maio marca o período de conscientização internacional sobre acidentes e outros perigos do trânsito, por isso, a campanha “Maio Amarelo”, que realça a necessidade de atenção para o problema, ergue dados estatísticos em todo país.

Nas vias que pertencem ou passam por Venda Nova, de acordo com o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar de Minas Gerais (BPTran PMMG), com respaldo do 49ª Batalhão da Polícia Militar (49ª BPM), o qual é, também, responsável pela Regional, o número de aplicações de medidas administrativas e acidentes com e sem vítimas registrados chegou a 1.412 ocorrências entre janeiro e abril deste ano.



Entre as vias com maior número de ocorrências da Regional, estão a Avenida Vilarinho e Rua Padre Pedro Pinto, que no mesmo período deste ano contabilizaram 254 ocorrências — 129 para a primeira e 125 para a segunda.

CONTINUA APÓS ESTA PUBLICIDADE

Veja abaixo a tabela dos nove logradouros de Venda Nova com maior número de ocorrências entre janeiro e abril deste ano.

Logradouros com maior número de registros em
Venda Nova – jan_abril – 2019 (Fonte_ BPTran_49ªBPM)

[table id=13 /]

Entre janeiro e dezembro de 2018, as vias que mais apresentaram ocorrências de trânsito em Venda Nova foram, novamente, a Avenida Vilarinho e Rua Padre Pedro Pinto. O período averiguado foi mais extenso que o atual e fez transparecer nos índices a Rua Leontino Francisco Alves — principal do Bairro Serra Verde e que serve de acesso interno a quem deseja chegar à Rodovia MG-10. Veja abaixo a tabela do ano passado.

Logradouros com maior número de registros em
Venda Nova – jan_dez – 2018 (Fonte_ BPTran_49ªBPM)

[table id=14 /]

Segundo a Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), no último relatório de acidentes com vítimas do município, emitido em 2017, a Avenida Vilarinho e Rua Padre Pedro Pinto apareceram no décimo e décimo primeiro lugar, respectivamente, como vias da capital com maior frequência de acidentes de trânsito com vítimas (323 ocorrências).

O primeiro lugar foi ocupado pelo Anel Rodoviário Celso Mello Azevedo (893 ocorrências), que é a junção de quatro rodovias, a BR- 262, a BR-381, a BR-040 e BR-356.


Vias com maior frequência de acidentes com vítima 2017 – Fonte: BHTrans/SEDS – Relatório de acidentes com vítimas

Ainda de acordo com o relatório da BHTrans, 1.612 pessoas foram atropeladas na capital em 2017. Em Venda Nova, um atropelamento foi letal no Bairro Nova York. Abaixo, veja o mapa de calor de acidentes com vítimas para o período de 2017.

Mapa de Calor de Acidentes com Vítimas 2017 – Fonte: BHTrans/SEDS – Relatório de acidentes com vítimas de 2017


Publicidade
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), jornalista editor no Jornal Norte Livre com passagem pelo Jornal Daqui BH, ambos parceiros hiperlocais do Portal Uai/Diários Associados. Professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D."Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui