Imagem meramente ilustrativa. Foto: reprodução/Pixabay.
Imagem meramente ilustrativa. Foto: reprodução/Pixabay.
Advertisement

Uma classificação dramática, garantida no saldo de gols. Foi dessa maneira que o Leblon Esporte Clube, do Bairro Jardim Leblon, em Venda Nova, garantiu a passagem para as quartas de final da categoria juvenil da Copa Centenário.

No último sábado (8), a equipe visitou o São Luiz, situado no bairro de mesmo nome, na Pampulha, e perdeu por 2 a 1. A Associação Esportiva Tupinambás, que brigava pela classificação com o time de Venda Nova, venceu seu jogo contra o Bom na Bola, Bom na Vida por 3 a 0, mas não conseguiu tirar a diferença no saldo.

Com os resultados, Leblon e Tupinambás terminaram a primeira fase com quatro pontos. Mas a equipe de Venda Nova teve saldo positivo de quatro gols, contra apenas dois gols positivos do adversário.


Você é de Venda Nova?

Morador(a) de Venda Nova, fique por dentro de notícias exclusivas e específicas da regional. Clique no botão ao lado/abaixo e siga o Jornal Norte Livre nas redes sociais.


Agora, o Leblon vai enfrentar o Campo Verde, do Bairro São Bernardo, na casa do oponente, na Região Norte da cidade. A partida ainda não tem data e horário definidos.

Bahia eliminado

Outro representante de Venda Nova, o Bahia do Bairro Serra Verde foi eliminado dos dois módulos que disputava. No juvenil, o mesmo do Leblon, a equipe sofreu a terceira derrota em três jogos: 6 a 0 para o Taça de Ouro, do Bairro Itapoã (Pampulha).

Na categoria infantil, a equipe folgou na rodada e encerrou sua participação na última colocação do grupo B. O time perdeu os dois jogos que disputou, um contra o Itamarense por 11 a 1 e outro contra o Nordeste Santa Cruz por 3 a 0.

Times tradicionais

Ambas associações esportivas que representam Venda Nova nestas primeiras modalidades da Copa Centenário são consideradas tradicionais. O clube Leblon registra jogos desde 1966 e já foi campeão da série C pela modalidade adulto masculino.

A equipe Bahia foi criada em 1981, mas só começou a registrar jogos em 1992. Na modalidade adulto masculino, alcançou o terceiro lugar em 1999, foi vice-campeã em 2000 e campeã em 2001. O time base feminino foi vice-campeão do Campeonato Mineiro Feminino de 2013.

Equipe A.A. Bahia - Foto: Andreza - A.A. Bahia
Foto: Andreza – A.A. Bahia

Além deles, o Radiante Futebol Clube (Bairro Lagoa), considerado um dos maiores campeões da Copa, estará apto a disputar a série A do módulo adulto masculino, que iniciará em agosto.

Copa Centenário 2019

O torneio de futebol amador belo-horizontino nasceu em 1997 para celebrar os 100 anos da capital, o que deu nome à Copa. De acordo com Ricardo Monteiro, gerente de promoção e apoio ao futebol amador da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Smel), neste ano, pela 22ª edição, serão disputados oito módulos: infantil, juvenil, adulto feminino, master e as séries A, B e C do adulto masculino, além do sub-17 feminino.


Leia também



Curta e compartilhe nas redes sociais
19Shares