Imagem de Deedee86 por Pixabay
Imagem de Deedee86 por Pixabay
Advertisement

Caroline Araújo – CRBM/8948

Ainda em clima do Dia dos Pais, resolvi dar algumas dicas para os homens e os papais de plantão que às vezes, seja por fatores diversos ou pela pouca instrução, deixam de cuidar da cútis e acabam sofrendo com acnes, foliculites (conhecidos “pelos inflamados”) e envelhecimento precoce.

Sete passos simples para uma pele mais saudável

Enquanto a primavera não chega, as baixas temperaturas e o clima seco penalizam a pele dos belo-horizontinos. Já falei aqui de como cuidar da cútis no inverno, porém, com enfoque nas mulheres. Dessa vez, vou orientar os homens leitores do Jornal Norte Livre.

Sabemos que a pele masculina é fisiologicamente distinta da feminina. Os homens possuem, com maior intensidade, o hormônio chamado testosterona, o qual é responsável por algumas características, como espessura, quantidade de excreção do sebo, pelos e outras.


Você é de Venda Nova?

Morador(a) de Venda Nova, fique por dentro de notícias exclusivas e específicas da regional. Clique no botão ao lado/abaixo e siga o Jornal Norte Livre nas redes sociais.


Não podemos generalizar, pois existem homens com peles diferentes da habitual masculina, que é espessa, com poros dilatados, muitos pelos e com maior produção de óleo. Padrões esses que podem desencadear processos inflamatórios, como a acne e a foliculite.

O processo de envelhecimento da cútis também é diferente no homem. Naturalmente, eles possuem mais colágeno — proteína responsável pela firmeza da pele — com aspecto mais compactado. Além disso, destoando do público feminino, em que os impactos do tempo são mais visíveis após a menopausa, o masculino tem a diminuição constante e mais uniforme da firmeza e elasticidade.

Com tantas individualidades, a pele do homem precisa de atenção dobrada no inverno. Hábitos como banhos muito quentes, diminuição da ingestão de água, clima seco e a falta de hidratação podem sensibilizar a cútis masculina  e aumentar a oleosidade, a foliculite e a propensão a cortes durante o barbear.

Veja alguns cuidados simples e que podem melhorar essa realidade:

  1. Evitar banhos muito quentes, pois a água quente resseca e agride ainda mais a pele;
  2. Faça limpeza de pele regularmente (procedimento estético feito por um profissional);
  3. Use hidratantes para o rosto e para o corpo. Dê preferência para aqueles com fórmulas não gordurosas;
  4. Evite o uso excessivo de sabonetes e lavar o rosto com muita frequência, pois isso pode aumentar a oleosidade;
  5. Beba muita água e se alimente de forma equilibrada;
  6. Mesmo sem sol, utilize o filtro solar e dê preferência para aqueles livres de óleos e que possuam algum agente antioxidante;
  7. Não se barbeie usando sabonetes, dê preferência a espumas hidratantes.

Leia mais da colunista


Curta e compartilhe nas redes sociais
14Shares