Palco que será usado neste sábado pelas quatro meninas candidatas ao prêmio. Foto: divulgação/E.M. Professor Pedro Guerra.
Palco que será usado neste sábado pelas quatro meninas candidatas ao prêmio. Foto: divulgação/E.M. Professor Pedro Guerra.
Advertisement

Lazer, diversão, música e quatro jovens de muito futuro. Essa é a programação oferecida pelo Festival Pedro Guerra, concurso artístico aberto ao público na manhã deste sábado (8), a partir das 9h, na Escola Municipal Professor Pedro Guerra, no Bairro Mantiqueira. O evento vai colocar as alunas Ana Vitória (13), Ana Clara (12), Glívia Eduarda (12) e Amanda Jeane (11) no palco em um verdadeiro show de talentos.

A grande vencedora vai ganhar um troféu e uma medalha simbólica. Neste sábado, o concurso será feito em uma plataforma semelhante a utilizada no reality show ‘Canta Comigo’, exibido pela TV Record. Serão 20 jurados, com idades entre 10 e 65 anos.

Para chegar a fase final, as meninas passaram por duas classificatórias. A primeira etapa aconteceu no dia 20 de outubro, no auditório da escola, onde oito participantes concorreram a quatro vagas nas quartas de final. Já na segunda eliminatória, realizada no dia 10 de novembro, 16 prodígios participaram. No total, foram 20 pessoas contempladas, entre funcionários da escola, alunos, ex-alunos e membros da comunidade escolar.

Arte: divulgação/E.M. Professor Pedro Guerra.
Arte: divulgação/E.M. Professor Pedro Guerra.

O evento é visto como inovador na escola. “Sou ex-aluno da escola e eu já tinha tocado aqui quando era mais novo, mesmo sem essa competição. Em parceria com a escola, estamos carregando essa ideia”, afirma o idealizador do evento, Marcelo Solo.

Além das performances das jovens, a programação deste sábado vai contar com shows das bandas Revolução e Casa Nova, ambas de Venda Nova. A Orquestra Sinfônica Popular de Minas Gerais também estará no local para agitar a festa.

A iniciativa faz parte do Programa Escola Aberta, desempenhado pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). O projeto oferece uma diversificada programação, durante todo o ano, aos sábados e domingos. A caravana passa por 170 escolas municipais da cidade e tem o objetivo de animar os fins de semana das instituições.

Os recursos vêm dos cofres da prefeitura. Segundo números da PBH, a iniciativa reúne 70 mil pessoas por mês. Para participar, basta procurar a escola de interesse, comparecer nos dias e horários do Escola Aberta  e escolher as atividades dentro programação ofertada no dia.

Curta e compartilhe nas redes sociais
70Shares