Juvenil Leblon F.C. - Foto : Paulo César ( Índio) auxiliar técnico Leblon FC
Juvenil Leblon F.C. - Foto : Paulo César ( Índio) auxiliar técnico Leblon FC
Advertisement

No último final de semana, dias 25 e 26, foi dada a largada para a Copa Centenário de Futebol Amador Wadson Lima, realizada pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Smel). O torneio abrange categorias do futebol amador belo-horizontino e visa fortalecer essas associações esportivas, “reafirmando o papel delas no processo de inclusão e ascensão social para os seus praticantes”, de acordo com plataforma online do evento.


Você é de Venda Nova?

Morador(a) de Venda Nova, fique por dentro de notícias exclusivas e específicas da regional. Clique no botão ao lado/abaixo e siga o Jornal Norte Livre nas redes sociais.


Na primeira rodada, que foi inaugural para os módulos Feminino Sub-17, Juvenil e Infantil, ocorreram 15 jogos. Venda Nova esteve representada por duas associações esportivas: a Associação Atlética Bahia (Bairro Serra Verde) e Leblon Esporte Clube (Bairro Jardim Leblon).

A equipe A. A. Bahia participa nesta fase inicial nas modalidades Infantil e Juvenil. No sábado, às 8h30, jogou no Campo Riviera contra o infantil do Itamarense F. C. e perdeu pelo placar de 11 a 1. No mesmo dia, às 10h, no Campo Paraíso, enfrentou o juvenil do Planalto F. C. e teve outra derrota pelo placar de 2 a 0.

A equipe do Leblon E. C., neste início de Copa, está com um time na modalidade Juvenil, o qual enfrentou o time “Bom na Bola, Bom na Vida” e saiu vitorioso pelo chocolate de 6 a 1. Com o resultado, o Leblon E. C. assume a liderança da chave D. O jogo aconteceu no Campo Leblon, em Venda Nova.

Juvenil Leblon F.C. - Foto: Carlos Rodrigues - massagista do Leblon E.C
Foto: Carlos Rodrigues – massagista do Leblon E.C

Times amadores tradicionais em Venda Nova

Ambas associações esportivas que representam Venda Nova nestas primeiras modalidades da Copa Centenário são consideradas tradicionais. O clube Leblon registra jogos desde 1966 e já foi campeão da série C pela modalidade Adulto Masculino.

A equipe Bahia foi criada em 1981, mas só começou a registrar jogos em 1992. Na modalidade Adulto Masculino, alcançou o terceiro lugar em 1999, foi vice-campeã em 2000 e campeã em 2001. O time base feminino foi vice-campeão do Campeonato Mineiro Feminino de 2013.

Equipe A.A. Bahia - Foto: Andreza - A.A. Bahia
Foto: Andreza – A.A. Bahia

Além deles, o Radiante Futebol Clube (Bairro Lagoa), considerado um dos maiores campeões da Copa, estará apto a disputar a série A do módulo Adulto Masculino, que iniciará em agosto.

Copa Centenário 2019

O torneio de futebol amador belo-horizontino nasceu em 1997 para celebrar os 100 anos da capital, o que deu nome à Copa. De acordo com Ricardo Monteiro, gerente de promoção e apoio ao futebol amador da SMEL, neste ano, pela 22ª edição, serão disputados oito módulos: “Infantil, Juvenil, Adulto Feminino, Master e Masculino Adulto “A”, “B” e “C”, além do Sub-17 Feminino”.

Os primeiros módulos a iniciarem os jogos foram o Infantil, Juvenil e Feminino Sub-17. Veja abaixo a tabela dos resultados e próximas partidas a serem disputadas:

Infantil

Tabela de jogos e classificação da Copa Centenário 2019 - Infantil - Fonte: SMEL/PBH
Fonte: SMEL/PBH

Juvenil

Tabela de jogos e classificação da Copa Centenário 2019 - Juvenil - Fonte: SMEL/PBH
Tabela de jogos e classificação da Copa Centenário 2019 - Juvenil - Fonte: SMEL/PBH

Feminino Sub-17

Tabela de jogos e classificação da Copa Centenário 2019 - Feminino Sub-17 - Fonte: SMEL/PBH

Para mais informações, acesse https://prefeitura.pbh.gov.br/copa-centenario


Leia também


Curta e compartilhe nas redes sociais
89Shares
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), jornalista editor no Jornal Norte Livre com passagem pelo Jornal Daqui BH, ambos parceiros hiperlocais do Portal Uai/Diários Associados. Professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D. "Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo