Agência do INSS em Venda Nova - Foto: Gabriel Ronan/Jornal Norte Livre
Agência do INSS em Venda Nova - Foto: Gabriel Ronan/Jornal Norte Livre
Advertisement

Há algum tempo, “burburinhos” sobre o possível fechamento da agência do Instituto Nacional de Serviço Social em Venda Nova (INSS Venda Nova), situada na Rua Padre Pedro Pinto, 422 (mesmo prédio em que está a Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig), se espalharam pela Regional. Contudo, neste caso, os boatos eram verdadeiros. Segundo assessoria de comunicação regional do INSS, o serviço será finalizado no dia 18 de outubro deste ano.


Você é de Venda Nova?

Morador(a) de Venda Nova, fique por dentro de notícias exclusivas e específicas da regional. Clique no botão ao lado/abaixo e siga o Jornal Norte Livre nas redes sociais.


Inaugurada em 1984, a agência funcionou até 2013 na Avenida Dom Pedro I, esquina com Rua Dr. Américo Gasparini, no Bairro São João Batista. Depois, passou a funcionar no Bairro Venda Nova — centro da Regional. Agora, com o encerramento das atividades, os vendanovenses e entorno perderão 35 anos de proximidade do serviço e precisarão percorrer, no mínimo, mais 11 quilômetros para chegar em um ponto de atendimento.

As mudanças não são novidade em Belo Horizonte. Há mais de cinco anos, as agências do INSS passam por realocações ou fechamentos na cidade. Em 2014, a unidade da Avenida Afonso Pena mudou para a Rua Guaicurus. No mesmo ano, o Bairro Floresta perdeu o atendimento, que passou para o Bairro Padre Eustáquio. Em 2018, o Instituto leiloou seu imóvel no Sagrada Família e foi para outra rua no mesmo bairro.

Ainda em 2018, o atendimento presencial do INSS começou a ser efetuado mediante pré-agendamento feito pela internet, o que diminuiu as filas e aumentou a velocidade do serviço.

Essa mudança no atendimento presencial resultou em uma audiência pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), no dia 21 de setembro, sob o argumento de que a implantação de novas tecnologias e plataformas digitais no INSS serviriam para sucatear o sistema e afastar a população das unidades.

Quando questionamos a assessoria de comunicação sobre o fechamento; se a agência iria para um novo lugar em Venda Nova; se o quadro de funcionários seria o mesmo; quanto era gasto mensalmente com o lugar e qual o motivo do encerramento das atividades, respondeu:

“Sobre o fechamento da Agência do INSS de Venda Nova, em 18/10 será o último dia de funcionamento da unidade naquele local. O INSS teve o cuidado de não agendar atendimentos para depois dessa data, e até o final da semana fará ampla divulgação de como ficará o atendimento para os moradores da região, que não serão prejudicados.

Vale lembrar que o INSS, além das unidades físicas, possui ainda canais de atendimento remoto, onde podem se informar e requerer mais de 90 serviços. Pelo telefone 135 e pelo Meu INSS (site e aplicativo), o cidadão tem acesso a quase todos os serviços sem sair de casa.

Assim que tivermos mais informações, entraremos em contato.”

Acerca dos servidores, a assessoria respondeu que eles serão redistribuídos pelas demais agências. A média de atividades registrada no local para o mês de agosto de 2019 foi de 211 atendimentos.


Leia também


Curta e compartilhe nas redes sociais
153Shares
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), jornalista editor no Jornal Norte Livre com passagem pelo Jornal Daqui BH, ambos parceiros hiperlocais do Portal Uai/Diários Associados. Professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D. "Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo