Cruzeiro e Atlético vão protagonizar clássico no Sesc Venda Nova nesta quarta-feira (4). Foto: Pedro Souza/Atlético.
Advertisement

A quarta-feira (4) será de clássico entre Cruzeiro e Atlético em Venda Nova. A partir das 15h, o Sesc da região (Rua Maria Borboleta, s/n, Bairro Novo Letícia) sedia a partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro Sub-20. As equipes estão separadas por apenas três pontos, com o Galo à frente. Portanto, o confronto direto pode definir o futuro dos clubes no torneio.

Os ingressos do clássico são gratuitos, mediante entrega de um quilo de alimento não perecível ou um leite longa vida. O produto deverá ser entregue na portaria 2 do Sesc Venda Nova.

O arrecadado será, posteriormente, doado ao programa Mesa Brasil Sesc.

Mandante, o Cruzeiro ocupa a 7ª colocação no campeonato. O time tem 21 pontos, com seis vitórias, três empates e três derrotas.

O clube celeste vem de uma grande vitória, contra o Flamengo, em Volta Redonda (RJ). Os rubros-negros estavam invictos na competição até a semana passada, mas perderam para o Cruzeiro. O gol foi do volante Guilherme Liberato, de cabeça, ainda no primeiro tempo.


Você é de Venda Nova?

Morador(a) de Venda Nova, fique por dentro de notícias exclusivas e específicas da regional. Clique no botão ao lado/abaixo e siga o Jornal Norte Livre nas redes sociais.


O Galinho também vem de um resultado expressivo: vitória por 4 a 0 diante do Santos, em Belo Horizonte. Marquinhos, Guilherme Castilho, Bruno Silva e Matheus balançaram as redes.

Depois de começar o torneio com duas derrotas, o Atlético vem de 10 jogos sem derrotas. Nesta sequência, a equipe do técnico Leonardo Zago teve sete vitórias e três empates. Portanto, o time tem 24 pontos, três a mais que o maior rival, e está na 6ª posição.

Esse será o terceiro clássico no Sesc Venda Nova neste ano. Em julho, as equipes Sub-15 e Sub-17 de Cruzeiro e Atlético se enfrentaram na estrutura.

Na primeira categoria, as equipes em empataram em 1 a 1. Já no Sub-17, o Galinho venceu o clássico e bateu a Raposa por 3 a 1.

Regulamento

Realizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Campeonato Brasileiro Sub-20 é disputado pelos 20 clubes melhores colocados no Ranking Nacional de Clubes 2019.

Por isso, mesmo equipes que ocupam, atualmente, o segundo escalão do torneio profissional podem disputar o Brasileiro Sub-20 e vice-versa. É o caso do América e da Ponte Preta, que estão na elite do torneio de base, mas na segunda divisão entre os profissionais.


Leia também


A primeira fase do Sub-20 tem 19 rodadas, ou seja, todos os clubes jogam entre si. Os oito primeiros colocados avançam para o mata-mata, com quartas, semis e final disputadas em ida e volta.

A competição é liderada pelo Palmeiras, que tem 29 pontos. Hoje, além dos alviverdes, Flamengo, Corinthians, América, Atlético, Vasco, Cruzeiro e São Paulo, nesta ordem, estariam classificados.

Confira aqui a tabela de classificação do Brasileirão Sub-20

Com apenas cinco pontos, a Ponte Preta é o único clube sem vitórias no campeonato de base.

Histórico

O meio-campista Marquinhos Gabriel, atualmente no Cruzeiro e artilheiro do Brasileiro Sub-20 em 2008, quando atuava pelo Internacional. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro.
O meio-campista Marquinhos Gabriel, atualmente no Cruzeiro e artilheiro do Brasileiro Sub-20 em 2008, quando atuava pelo Internacional. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro.

O Campeonato Brasileiro Sub-20 é realizado desde 2006. Até 2014, a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) organizou o torneio. Em 2015, no entanto, a CBF se responsabilizou.

O Cruzeiro é o maior ganhador da competição, com quatro taças. Os títulos foram conquistados em 2007, 2010, 2012 e 2017. O América também se sagrou campeão em 2011.

Grêmio e Internacional têm duas conquistas, enquanto o Corinthians, Botafogo, Fluminense e Palmeiras ganharam uma vez.

Nomes importantes do futebol brasileiro já foram artilheiros do campeonato. Em 2006, Alexandre Pato liderou entre os goleadores, com sete tentos pelo Internacional. Ele dividiu a liderança com Wendell Lira, do Goiás, ganhador do Prêmio Puskas (gol mais bonito do mundo) em 2015, mas que já se aposentou.

Em 2008, Marquinhos Gabriel, atleta do Cruzeiro atualmente, balançou a rede oito vezes também pelo Inter. O time celeste, inclusive, já teve dois artilheiros na competição: os atacantes Thiaguinho (sete gols, em 2010) e Vinícius Araújo (quatro, em 2012).

O maior artilheiro em uma única edição foi o atacante Papagaio, atualmente no Atlético. No ano passado, o atleta anotou 12 gols pelo Palmeiras, que terminaria com o título.

Curta e compartilhe nas redes sociais
23Shares