Foto: Acervo BH em Ciclo
Advertisement

Impulsionados pela importância de manter hábitos saudáveis e estimulá-los na sociedade, a rede de ciclistas “Bike Anjo”, com o apoio da associação de ciclista urbanos de Belo Horizonte “BH em Ciclo”, promoverá no dia 10 de maio, em Venda Nova e outras regiões da capital, a campanha “De Bike ao Trabalho”. O evento acontece no Brasil desde 2013 e é derivado do movimento internacional “Bike to Work Day”, em que pessoas vão e voltam do trabalho usando a bicicleta.


Você é de Venda Nova?

Morador(a) de Venda Nova, fique por dentro de notícias exclusivas e específicas da regional. Clique no botão ao lado/abaixo e siga o Jornal Norte Livre nas redes sociais.


Em Venda Nova, nesta sexta-feira, na ciclovia da Avenida Vilarinho, altura do número 1240, uma tenda da “Bike Anjo” e “BH em Ciclo” servirá café da manhã aos ciclistas e discutirá sobre as experiências dos participantes em usar a bicicleta como meio de transporte.

Também serão entregues materiais informativos com dicas de deslocamento na cidade e apresentadas as propostas do plano de mobilidade urbana de Belo Horizonte aprovadas pelo Prefeito Kalil, mas não colocadas em prática. Todos transeuntes serão bem-vindos.

Foto: Acervo BH em Ciclo

Números de Venda Nova

De acordo com o coletivo “BH em Ciclo”, por meio de fundos do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITPD), em pesquisa feita em agosto de 2018 na regional, na Rua Dr. Álvaro Camargos, pelo terceiro ano consecutivo, Venda Nova demonstrou os seguintes números:

  • 343 ciclistas passaram pela via em 12h
  • 93,3% eram do gênero masculino (320)
  • 6,7% eram do gênero feminino (23)
  • 49,9% tinham entre 18 e 40 anos de idade
  • 35,6% tinham mais de 40 anos de idade
  • 14,6% tinham menos do que 18 anos
  • 97,7% das bicicletas eram particulares e 2,3% eram cargueiras
  • O horário de maior fluxo de ciclistas foi entre 07h e 08h e 16h e 19h
  • Um ciclista passou na via a cada 2 minutos e 10 segundos.
Foto: Acervo BH em Ciclo

Ciclismo em Venda Nova

Venda Nova figurou vários anos no ciclismo de Minas Gerais por meio dos feitos do atleta José de Abreu, que, entre conquistas, foi de bicicleta até Punta Del Este, no Uruguai, e chegou a ter o reconhecimento do presidente Getúlio Vargas. Veja a história aqui.

Além disso, a regional possui sete ciclovias, que totalizam 12.93 km de pistas. A mais extensa está no canteiro central da Avenida Vilarinho (3.04km) e a menor está na Rua Farmacêutico Raul Machado (780m), no Bairro Candelária. A última intervenção da PBH nas pistas ocorreu em 2017.

Recentemente, alguns cidadãos, preocupados com as qualidades das ciclovias, refizeram por conta própria as pinturas de identificação das vias. O ato foi considerado condenado pela prefeitura e causou comoção entre os ciclistas (veja aqui).O ciclismo, sendo parte de Venda Nova, é usado, também, para promoção de eventos culturais, como a pedalada ecológica ocorrida em setembro de 2018, que apresentava aos ciclistas a história do córrego Vilarinho.


Leia também


Curta e compartilhe nas redes sociais
174Shares
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte — UniBH (2017), jornalista editor no Jornal Norte Livre com passagem pelo Jornal Daqui BH, ambos parceiros hiperlocais do Portal Uai/Diários Associados. Professor e sócio na empresa "Quando - Fábrica de narrativas", conteudista, SEO (Search Engine Optimization), videomaker, fotógrafo e entusiasta como ilustrador, desenvolvedor web e animador 2D. "Os livros são o templo do jornalista, mas é nas ruas que ele congrega". Will Araújo