Rua São João Batista do Glória - Imagem - Google Street
Rua São João Batista do Glória - Imagem - Google Street
Advertisement

No fim da tarde desta quinta-feira (28), o coordenador da Regional Venda Nova Humberto Pereira de Abreu Júnior, o técnico da Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) Wander Trindade, a vereadora Nely Aquino (PRTB) e moradores dos bairros Céu Azul e Jardim Leblon se reuniram na esquina das ruas São João Batista do Glória e Cônego Trindade para avaliar a situação do trafego na região.


Leia também

Há alguns anos, moradores reclamam do grande fluxo de automóveis que passam pela rua para chegarem aos bairros adjacentes. De acordo com eles, durante o horário de pico da manhã e tarde, que coincide com o momento de liberação dos alunos da Unidade Municipal de Educação Infantil (Umei) Céu Azul (na Rua São João Batista do Glória), é penoso passar, estacionar ou atravessar a via.

Na visita agendada por Nely Aquino, o técnico da BHTrans explicou que há dois anos foi feita a avaliação do local, mas o trânsito não era tão denso e por isso não houve movimentação empresa. Agora, diante do visível problema do cruzamento, Wander indicou que o mais apropriado seria a implementação de um semáforo para organizar o tráfego.

“Não podemos transformar a via em mão única porque precisaríamos realocar o fluxo de veículos para ruas paralelas, que são estritamente residenciais e não suportariam o tráfego”, disse o técnico.

Nely Aquino - Humberto Pereira - Wander Trindade - moradores - Rua São João Batista do Glória - Foto William Araújo
Nely Aquino – Humberto Pereira – Wander Trindade – moradores – Rua São João Batista do Glória – Foto William Araújo

De acordo com Humberto, antes e além da intervenção semafórica, a Rua Cônego Trindade passará por restauração do asfalto da altura do Centro de Saúde Piratininga até próximo à Vila Apolônia. A Rua São João Batista do Glória também receberá melhorias no asfalto e sinalização próxima ao cruzamento.

Residente na via, a aposentada Zuleica Maria Caldeira reclamou com a reportagem sobre a dificuldade de receber visitas em casa por causa das proibições de estacionamento no lugar. O técnico da BHTrans respondeu o questionamento explicando que no local há horários alternativos para parada e permanência de automóveis, e que essa regra foi inserida para auxiliar na fluidez dos carros na via.

Wander ainda salientou que fará um relatório do problema e enviará à BHTrans. Em seguida, a demanda será direcionada à Superintendência de Desenvolvimento a Capital (Sudecap) e Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (Smobi). Nely Aquino também fará a solicitação junto á Prefeitura de Belo Horizonte (PBH).

Segundo Humberto, a previsão de envio dos relatórios é de 90 dias e o retorno da PBH é que ditará os prazos da implementação semafórica, que podem ser imediatos ou não. Veja abaixo o local do novo semáforo.

Curta e compartilhe nas redes sociais
8Shares
Jornalista graduado pelo Centro Universitário de Belo Horizonte - UniBH, Bolsista PCCT na Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig)/Minas Faz Ciência, ilustrador, cartunista, videomaker, desenvolvedor web, jornalista editor no Jornal Norte Livre - parceiro hiperlocal do Portal Uai - com passagem pelo Jornal Daqui BH, conteudista, SEO (Search Engine Optimization), fotógrafo, animador 2D.