Fonte: Pixabay
Fonte: Pixabay
Advertisement

Por Caroline Araújo – CRBM 8948

Várias pessoas, principalmente entre o público feminino, possuem as axilas escurecidas. Os motivos podem ser diversos: desde o ato de depilar com cera, até o uso de lâminas de barbear. Esses hábitos provocam processos inflamatórios pós-traumáticos na região e, posteriormente, uma hiperpigmentação pós-inflamatória – aparecimento de manchas e escurecimento.

Além disso, algumas pessoas possuem pele mais sensível e não atentam ao tipo de antitranspirante que utilizam, o que pode causar reações e, também, ocasionar o processo inflamatório.

Indivíduos com fototipos mais altos – IV, V, VI – ou seja, com o tom de pele mais escuro, possuem tendência maior ao processo de hiperpigmentação em qualquer parte do corpo que sofra traumas, incluindo as axilas. Assim, é importante que a atenção seja redobrada nesses casos, para prevenir as manchas.


Você é de Venda Nova?

Morador(a) de Venda Nova, fique por dentro de notícias exclusivas e específicas da regional. Clique no botão ao lado/abaixo e siga o Jornal Norte Livre nas redes sociais.


Como evitar?

Especialistas no âmbito da estética recomendam a diminuição do uso de ceras e lâminas, além da adequação do antitranspirante, optando por aqueles que não causem irritações na área. Para a eliminação dos pelos, a melhor saída é a depilação a laser, pois o seu efeito é duradouro e evita o constante hábito traumático de arrancar ou raspar, o que, consequentemente, agride a pele.

Lembre-se que antes de realizar o procedimento é importante passar por avaliação com um profissional habilitado, dessa forma ele(a) explicará as contraindicações, possíveis intercorrências, a perspectiva do resultado e a média de sessões que deverão acontecer. A consulta com o(a) profissional garantirá uma boa resolução do incômodo.

Tem tratamento?

Em casos em que as axilas já estão escurecidas, além da depilação a laser – que é primordial –, podemos tratar as manchas com outros recursos. Existem desodorantes e cremes noturnos com função clareadora, os quais, quando a hiperpigmentação é mais branda, dão bom resultado.

Em situações em que o local esteja muito escurecido, as clínicas de estética oferecem desde peelings – que usam ácidos clareadores em grandes concentrações – até lasers que retiram o depósito de melanina (pigmento) da área. 

De toda forma, primeiro procure um(a) profissional habilitado(a), faça sua avaliação e converse sobre suas queixas. Dessa forma, ele(a) orientará o melhor caminho a seguir para alcançar o resultado desejado.


Leia também


Curta e compartilhe nas redes sociais
43Shares