Alunos que participaram do torneio Matemática sem Fronteiras - Venda Nova - Escola Municipal Gracy Vianna Lage - Foto - William Araújo
Alunos que participaram do torneio Matemática sem Fronteiras - Venda Nova - Escola Municipal Gracy Vianna Lage - Foto - William Araújo
Advertisement

Gabriel Ronan e William Araújo

O incentivo ao raciocínio matemático por meio da participação em olimpíadas nacionais e internacionais da disciplina: esse tem sido o compromisso das escolas municipais Gracy Vianna Lage, no Bairro Jardim do Comerciários, e Padre Marzano Matias, no Bairro Rio Branco, ambas em Venda Nova.


Saiba mais

O trabalho das escolas gerou frutos neste ano. Na Olimpíada Internacional de Matemática Sem Fronteiras, considerada a maior do mundo, os alunos do Bairro Jardim dos Comerciários alcançaram duas medalhas de ouro na etapa estadual (4º ano do Ensino Fundamental e turma mista entre o 5º e o 6º ano do mesmo nível) e um segundo lugar na fase nacional (o mesmo 4º ano).

Conquistas também para os estudantes do Bairro Rio Branco, sob a tutela do professor de matemática Marcelo Soares. Na fase estadual, a E.M. Padre Marzano Matias garantiu um ouro (6º ano) e três pratas (7º, 8º e 9º ano). Sucesso também em nível nacional, no qual os alunos venceram três bronzes (7º, 8º e 9º ano) e um prata (6º ano).

A prova foi desenvolvida em grupo nas próprias escolas e continha nove questões no total.  Uma das perguntas, inclusive, foi feita em idioma estrangeiro, com intuito de incentivar o aprendizado dos alunos.

”Eu achei interessante que não era um aluno contra o outro. A turma trabalhou junto em prol de uma conquista coletiva. Isso foi o mais positivo da atividade”, disse a professora de matemática da E.M. Gracy Vianna Lage, Cláudia Lúcia Miranda.

Esta é a segunda conquista da E.M. Gracy Vianna Lage em 2018. Em maio,  três alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e duas alunas do 5º ano fundamental se destacaram no Canguru de Matemática.

“Foi um momento de muita alegria e os professores se entusiasmaram e compraram a ideia, mas o melhor foi ver os alunos quererem mais e perderem o medo da matemática”, afirmou a vice-diretora da escola, Ângela Gomes de Oliveira.

Tais conquistas reafirmam a vontade pedagógica da escola do Bairro Jardim dos Comerciários com a matemática. Na estrutura, frequentemente, os professores Fábio Simão e Cláudia Lúcia Miranda promovem oficinas da matéria fora do expediente. Além disso, a motivação dos alunos faz com que o número de participantes só aumente.

Alunos que participaram do torneio Matemática sem Fronteiras e professora Cláudia- Venda Nova - Gracy Vianna Lage - Foto - William Araújo
Alunos que participaram do torneio Matemática sem Fronteiras e professora Cláudia- Venda Nova – Gracy Vianna Lage – Foto – William Araújo

Premiação

Como recompensa pelo resultado na Olimpíada Internacional de Matemática Sem Fronteiras, os alunos das duas escolas – Gracy Vianna Lage e Padre Marzano Matias –ganharam a oportunidade de concorrer na Tailândia, onde será organizada a etapa internacional de 3 a 7 de agosto.

Entretanto, por falta de verbas, as escolas de Venda Nova não conseguiram inscrever os estudantes. No Bairro Jardim dos Comerciários, houve a tentativa de mobilização da comunidade para fazer uma espécie de “vaquinha”, mas o dinheiro não foi levantado.

”É tudo por conta do participante. É um ganho, mas que fica por conta de aluno e da escola. A prefeitura não banca isso e os alunos também não têm condição financeira”, pontuou a coordenadora de apoio da E.M. Padre Marzano Matias, Cláudia Márcia Perdigão.

A reportagem fez contato com a Secretaria Municipal de Educação (Smed) para questionar a falta de apoio. Entretanto, não obteve nenhum retorno até a publicação deste texto.

A Olimpíada

A Olimpíada Internacional de Matemática Sem Fronteiras reúne alunos dos ensinos Fundamental e Médio de diversos países do mundo. A competição foi criada em 1990 pela Academia de Estrasburgo, na França, em parceria com o Instituto de Pesquisa em Educação Matemática do país europeu.

No Brasil, o evento tem organização da Rede do Programa de Olimpíadas do Conhecimento (POC). O principal objetivo gira em torno da promoção do aprendizado da matemática entre os alunos.

As provas são aplicadas em três níveis: básico (4º ao 6º ano Fundamental), júnior (7º ao 9º ano Fundamental) e sênior (Médio). 

Além das escolas de Venda Nova, a E.M. Professor Cláudio Brandão, do Bairro Aparecida, na Região Noroeste da cidade, também foi premiada. Por lá, alunos do 4º ano ganharam a medalha de ouro.

Curta e compartilhe nas redes sociais
1794Shares